PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Bolsas da Ásia fecham em alta com esperanças de retomada em conversas entre China e EUA

Andrew Galbraith

15/11/2018 09h54Atualizada em 15/11/2018 09h54

XANGAI, 15 Nov (Reuters) - Os mercados acionários na China fecharam em alta nesta quinta-feira, impulsionados por sinais de que Pequim e Washington podem retomar as negociações para reduzir a amarga disputa comercial entre os dois países.

A China entregou uma resposta por escrito às demandas dos Estados Unidos por reformas comerciais abrangentes, em uma medida que pode desencadear negociações para colocar um fim à guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo.

O indicador da Bolsa de Xangai encerrou com variação positiva de 1,4%, a 2.668,17, acumulando baixa de 19,1% até agora este ano.

Já o de blue chips CSI300 avançou 1,2%, para 3.242,37, com o sub-índice do setor financeiro subindo 1,5% e o imobiliário em alta de 1,13%, depois que o preço médio de novas moradias nas 70 principais cidades da China subiu 1% em outubro.

Mas uma análise da Reuters sobre os resultados das 1.950 empresas listadas em Xangai e Shenzhen mostrou que, juntas, elas obtiveram um crescimento de apenas 3,9% do lucro no terceiro trimestre, ante altas de 20% a 55% em cada trimestre dos últimos dois anos, em um sinal de enfraquecimento da expansão econômica.

As ações de empresas baseadas em Hainan subiram depois que Pequim aprovou propostas para promover as províncias do sul, como parte dos esforços para impulsionar a economia. Papéis da produtora de alimentos e mineradora de carvão Sundiro Holding e da mineradora Hainan  Mining saltaram 10%, atingindo o limite diário de alta.

Mas os destaques positivos na Bolsa de Xangai foram a China Hi-Tech  Group, Ginwa  Enterprise  Group e Shanghai  Shibei  Hi-Tech, com altas de pouco mais de 10%.

Na outra ponta, as maiores perdas do índice foram da Shanghai  Sunglow  Packaging  Technology, com queda de mais de 8%, seguida por Nanjing  Chixia  Development e Harbin  Gong Da High-Tech Enterprise  Development, com baixas de mais de 5%.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,20%, a 21.803 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hangseng subiu 1,75%, a 26.103 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC ganhou 1,36%, a 2.668 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,17%, a 3.242 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve valorização de 0,97%, a 2.088 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 0,35%, a 98.826 pontos.
  • Em Singapura, o índice Straits Times valorizou-se 0,37%, a 3.054 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,06%, a 5.736 pontos.