PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Trump se diz confiante de que a China foi sincera sobre querer acordo comercial

O presidente dos EUA, Donald Trump, participa de uma conferência de imprensa durante a cúpula do G7 em Biarritz, na França - Christian Hartmann/Reuters
O presidente dos EUA, Donald Trump, participa de uma conferência de imprensa durante a cúpula do G7 em Biarritz, na França Imagem: Christian Hartmann/Reuters

John Chalmers

Em Biarritz (França)

26/08/2019 12h36

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje estar confiante de que a China foi sincera sobre querer um acordo comercial com os EUA por ter sofrido "um grande golpe" nos últimos meses.

"Acho que eles querem muito fazer um acordo. Acho que isso foi elevado ontem à noite. O vice-presidente da China saiu e disse que quer ver um acordo feito", afirmou Trump em entrevista coletiva no final da cúpula do G7 em Biarritz, na França.

"Ele quer que seja feito em condições calmas... concordo que a China sofreu um grande impacto nos últimos meses. Três milhões de empregos. Em breve serão muito mais de 3 milhões de empregos. A cadeia deles está se rompendo como ninguém viu antes. Uma vez que isso acontece, é muito difícil de recuperar. Acho que eles querem muito fazer um acordo."

A guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, as duas maiores economias do mundo, se intensificou na última sexta-feira, depois que os dois lados adicionaram mais tarifas sobre as exportações um do outro.

Nesta segunda-feira, Trump adotou um tom mais conciliador, dizendo que acredita que a China quer fazer um acordo comercial depois de o país asiático entrar em contato com autoridades comerciais dos EUA durante a noite para dizer que queria voltar à mesa de negociações.