PUBLICIDADE
IPCA
1,15 Dez.2019
Topo

Forte adesão a cortes da Opep+ pode levar petróleo a US$ 70 em 2020, diz Bank of America

Sergio Moraes/Reuters
Imagem: Sergio Moraes/Reuters

Diptendu Lahiri

Em Bangalore

09/12/2019 10h19

Uma forte adesão da Opep e de seus aliados a um acordo para restringir a produção e outros fatores positivos, incluindo um acordo comercial entre Estados Unidos e China, poderiam levar os preços do petróleo Brent a US$ 70 por barril antes do segundo trimestre de 2020, disse o Bank of America Merrill Lynch.

Produtores liderados pela Arábia Saudita e pela Rússia, parte de um grupo conhecido como Opep+, concordaram na semana passada em cortar a produção em 500 mil barris por dia adicionais no primeiro trimestre de 2020, mas não chegaram a prometer ações após março.

"O Iraque segue um ponto focal chave para críticos da Opep+", disse o banco em nota com data de 6 de dezembro, na qual afirmou que a produção média do Iraque ficou em mais de 200 mil barris por dia (bpd) acima de suas cotas anteriores em 2019, sendo que o último acordo ainda reduziu a cota do país em mais 50 mil bpd.

"Com base no precedente histórico, nós seguimos céticos de que países como o Iraque possam entregar seus cortes", afirmou.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.

Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Economia