PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

É preciso diminuir ao máximo ondas do coronavírus e do desemprego, diz Bolsonaro

27/03/2020 11h58

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que além de medidas para atender as vítimas do coronavírus é preciso se preocupar com os empregos, de forma a diminuir o máximo possível o tamanho das ondas de infecções e do desemprego.

"Elas caminham simultaneamente", disse o presidente ao abrir uma entrevista para anúncio de medidas econômicas com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e o presidente do BNDES, Gustavo Montezano.

O governo anunciou na entrevista o lançamento de uma linha de financiamento para pequenas e médias empresas garantirem o pagamento de dois meses de salário de seus funcionários durante a crise do coronavírus. Em contrapartida, as companhias não podem fazer demissões.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)