PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

S&P 500 e Nasdaq caem de níveis recordes enquanto temporada de balanços ganha tração

26/01/2021 18h09

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) - Os índices S&P 500 e Nasdaq caíram nesta terça-feira dos níveis recordes em que fecharam antes, enquanto investidores digeriram uma série de resultados corporativos e mantiveram cautela antes da decisão de juros nos Estados Unidos na quarta-feira.

3M Co subiu 3,26% e deu um dos maiores impulsos ao Dow Jones, após a empresa se beneficiar de custos mais baixos e demanda por máscaras respiratórias descartáveis, álcool em gel e óculos de segurança em meio a um aumento nas infecções por coronavírus.

Johnson & Johnson também deu força ao índice, em alta de 2,71%, já que a farmacêutica disse esperar divulgar os aguardados dados de sua vacina contra a Covid-19 no início da próxima semana.

Das 84 empresas do S&P 500 que divulgaram balanços até a manhã desta terça-feira, 86,9% superaram as expectativas de analistas, de acordo com dados da Refinitiv.

Ainda assim, algumas companhias mostraram o impacto que a pandemia teve sobre seus negócios. American Express Co caiu 4,13% e representou a maior influência negativa para o Dow, depois de registrar queda de 15% no lucro trimestral, uma vez que lockdowns derivados da pandemia e restrições a atividades comerciais impediram clientes do emissor do cartão de crédito de viajar e jantar fora.

Verizon perdeu 3,17%. A empresa divulgou balanço que superou expectativas, mas não correspondeu às expectativas do mercado em termos de clientes de telefonia pré-paga.

Após o fechamento dos mercados à vista, as ações da Microsoft subiam 5,20%. A gigante da tecnologia superou as estimativas de Wall Street para o crescimento da receita do Azure, plataforma destinada à execução de aplicativos e serviços e baseada nos conceitos da computação em nuvem.

O índice Dow Jones caiu 0,07%, a 30.937 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,148884%, a 3.850 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,07%, a 13.626 pontos.