PUBLICIDADE
IPCA
+0,31 Abr.2021
Topo

Arsesp autoriza reajuste em tarifa da Sabesp, eleva base de ativos regulatórios

Estação de tratamento de esgoto da Sabesp, em Barueri (SP) - Gabriela Cais Burdmann/UOL
Estação de tratamento de esgoto da Sabesp, em Barueri (SP) Imagem: Gabriela Cais Burdmann/UOL

09/04/2021 10h07

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de São Paulo autorizou revisão tarifária da Sabesp, com tarifa de 5,1251 reais por metro cúbico para 2021, segundo comunicado da companhia saneamento nesta sexta-feira.

A tarifa média máxima a ser vigente a partir de maio de 2020 ficou acima do preço da fase preliminar do processo de 3ª revisão tarifária, de 4,8413 reais.

"Notamos que tais valores finais correspondem a um aumento tarifário significativo da ordem de 2 dígitos", destacaram analistas da XP Investimentos em comentários a clientes.

Eles ressaltaram, contudo, que a base de comparação com as tarifas vigentes não seja trivial devido à alteração da estrutura tarifária da companhia e à exclusão do PIS/Cofins dos cálculos na nova metodologia.

De acordo com as deliberações da Arsesp, a base regulatória de ativos líquidos (RAB) foi calculara em 55,89 bilhões de reais a preços de outubro de 2020. (https://bit.ly/3mx2JRr)

"Temos uma visão positiva dos termos finais apresentados para a 3ª revisão tarifária da Sabesp, e acreditamos que o mercado deverá ter uma reação positiva", afirmou a XP, que tem recomendação neutra para a ação, com preço-alvo de 50 reais.