PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Economia dos EUA tem 40% de chance de entrar em recessão no ano que vem, diz BofA

Analistas estimam que se inflação continuar alta, Estados Unidos terão recessão no ano que vem - Getty Images
Analistas estimam que se inflação continuar alta, Estados Unidos terão recessão no ano que vem Imagem: Getty Images

Caroline Valetkevitch

17/06/2022 14h18

Economistas do Bank of America Securities veem cerca de 40% de chance de uma recessão nos Estados Unidos no ano que vem, com a inflação permanecendo persistentemente alta.

Eles esperam que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA diminua para quase zero até o segundo semestre do próximo ano "à medida que o impacto defasado das condições financeiras mais apertadas esfria a economia", enquanto eles veem apenas uma recuperação "modesta" no crescimento em 2024, de acordo com um relatório de pesquisa desta sexta-feira.

"Nossos piores temores em torno do Fed foram confirmados: eles ficaram muito atrás da curva e agora estão jogando um jogo perigoso de compensação", escreveu Ethan Harris, economista global do BofAS, acrescentando que a empresa espera que o Fed aumente os juros para "acima de 4%".

Eles veem o risco de uma recessão neste ano como baixo.

O Fed aprovou na quarta-feira seu maior aumento de juros em mais de um quarto de século para conter o salto da inflação. A medida elevou sua taxa básica em 0,75 ponto percentual, para um intervalo entre 1,5% e 1,75%.

Economistas do BofA também reduziram suas projeções para o crescimento econômico global, a 3,2%. Eles disseram que previam um crescimento global de 4,3% para o ano no início de 2022.

Eles veem mais riscos para o crescimento em 2022 se os lockdowns rígidos da Covid-19 continuarem na China. Também haverá risco para a atividade global em 2023 se a economia dos EUA entrar em recessão.