Petróleo cai 4% após aumento em estoques de gasolina nos EUA

Por Arathy Somasekhar

HOUSTON (Reuters) - Os preços do petróleo caíam cerca de 4% nesta quarta-feira, uma vez que um aumento maior do que o esperado nos estoques de gasolina nos EUA preocupou os mercados em relação à demanda.

Os futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 3,8%, a 74,30 dólares por barril. Os futuros do petróleo WTI dos EUA caíam 4,1%, para 69,38 dólares o barril.

O Brent fechou abaixo de 75 dólares pela primeira vez desde o início de julho, enquanto WTI terminou valendo menos de 70 dólares pela primeira vez desde o início de julho.

Os estoques de gasolina nos EUA aumentaram em 5,4 milhões de barris na semana passada, disse a Administração de Informação de Energia (AIE), mais que quintuplicando o aumento de 1 milhão de barris que os analistas esperavam. [EIA/S]

Os estoques de petróleo bruto caíram 4,6 milhões de barris, superando em muito a queda de 1,4 milhão de barris esperada pelos analistas.

"Há uma destruição da demanda vinda do lado do combustível. O mercado está mais focado na demanda do que na oferta neste momento", Dennis Kissler, vice-presidente sênior de negociação da BOK Financial.

Na terça-feira, ambos os índices de referência fecharam no nível mais baixo desde 6 de julho, em sua quarta sessão consecutiva de perdas.

A Opep+, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados como a Rússia, concordou no final da semana passada com cortes voluntários na produção de cerca de 2,2 milhões de barris por dia (bpd) para o primeiro trimestre de 2024. Esta semana, autoridades sauditas e russas disseram que os cortes poderiam ser prorrogados ou aprofundados para além de março.

Continua após a publicidade

(Reportagem de Arathy Somasekhar e Georgina McCartney em Houston, Robert Harvey em Londres, Andrew Hayley em Pequim e Trixie Yap em Cingapura)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora