Secretária do Tesouro dos EUA vê padrão consistente de queda da inflação

Por Andrea Shalal

WASHINGTON (Reuters) - A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, disse nesta quarta-feira que percebeu um padrão consistente de queda da inflação ao longo do tempo e destacou que a turbulência no mercado de trabalho realmente se acalmou.

"A inflação diminuiu de forma significativa. Ainda não chegamos ao fim. Ainda falta muito para que o Fed atinja sua meta de 2%", disse Yellen em uma entrevista à CNBC, expressando confiança de que a inflação estará na faixa de 2% até o final de 2024. "Estamos chegando bem mais perto."

O índice de preços ao consumidor dos EUA de novembro subiu 3,1% em uma base anual.

Yellen repetiu sua opinião de que a economia dos EUA está caminhando para um pouso suave e disse ver uma chance razoável de que o crescimento continue em 2024. Ela disse não considerar o risco de uma recessão "particularmente alto"

Ela afirmou que uma pesquisa recente mostrou um aumento na confiança do consumidor norte-americano e que consumidores estão começando a entender que a inflação está em queda, com os salários reais também em alta.

Yellen disse esperar que o ritmo dos gastos dos consumidores diminua um pouco para um "nível mais normal", e que o crescimento provavelmente continuará sólido, embora seja improvável que marque o nível elevado que atingiu no terceiro trimestre.

Yellen, ex-chair do Fed, afirmou confiar no Federal Reserve para conduzir a política monetária, mas disse que é "de certa forma natural" que a taxa de juros diminua um pouco com a queda da inflação.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora