Ações europeias fecham em leve alta antes do feriado de Natal

Por Khushi Singh e Ankika Biswas e Sruthi Shankar

(Reuters) - As ações europeias fecharam em queda nesta sexta-feira, com dados de inflação dos Estados Unidos mais fracos do que o esperado compensando as perdas dos fabricantes de roupas esportivas e das ações expostas à China antes do feriado de Natal.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,14%, a 477,60 pontos, e registrou sua sexta semana de ganhos consecutivos - sequência que foi vista pela última vez em dezembro de 2022.

No entanto, os volumes de negociação foram menores do que o normal, já que os investidores se prepararam para a temporada de férias. Os mercados europeus estarão fechados na segunda-feira para o Natal.

Os investidores se sentiram confortáveis com os dados que mostraram que os preços nos EUA caíram em novembro pela primeira vez em mais de três anos e meio, levando o aumento anual da inflação para ainda mais abaixo de 3% e aumentando as expectativas do mercado financeiro de um corte na taxa de juros pelo Federal Reserve em março.

Os operadores também estão apostando em cortes nas taxas do Banco Central Europeu no início do próximo ano, apesar das tentativas das autoridades de política monetária de gerenciar essas expectativas.

Enquanto isso, o efeito cascata da decisão dos órgãos reguladores chineses de adotar regras destinadas a reduzir os gastos com videogames foi observado em todos os mercados globais.

O investidor holandês em tecnologia Prosus, que tem participação na empresa chinesa de jogos Tencent, caiu 13,4%, registrando sua maior queda percentual em um dia em mais de um ano. A desenvolvedora francesa de videogames Ubisoft caiu 1,5%.

As empresas de roupas esportivas também pesaram nos índices europeus, depois que a gigante norte-americana Nike cortou sua previsão de vendas anuais, culpando em grande parte os gastos cautelosos dos consumidores.

Continua após a publicidade

A Adidas e a Puma caíram 5,3% e 7,2%, respectivamente, enquanto a JD Sports teve queda de 5,1%.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,04%, a 7.697,51 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,11%, a 16.706,18 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,03%, a 7.568,82 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,26%, a 30.353,29 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,08%, a 10.111,90 pontos.

Continua após a publicidade

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,53%, a 6.422,27 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes