Minério de ferro atinge máxima de vários meses com dados chineses otimistas

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro atingiram máximas de vários meses nesta terça-feira, com dados econômicos otimistas na China, principal consumidor, e expectativas crescentes de uma grande demanda para reabastecimento pré-feriado por parte das siderúrgicas nas próximas semanas.

O contrato de minério de ferro mais negociado para maio na bolsa de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações diurnas com alta de 2,93%, a 1.002 iuanes (140,58 dólares) por tonelada, o maior valor desde agosto de 2021.

A atividade industrial da China expandiu-se a um ritmo mais rápido em dezembro, com o índice Caixin/S&P Global de gestores de compras (PMI) da indústria transformadora subindo para 50,8 no mês passado, versus a 50,7 em novembro, marcando a expansão mais rápida em sete meses e superando as previsões dos analistas de 50,4.

Isto ocorreu depois que o PMI oficial caiu para 49 em dezembro, de 49,4 no mês anterior, elevando a necessidade de novas medidas de estímulo este ano, mostraram dados oficiais no domingo.

As expectativas de mais estímulos em 2024 aumentaram depois de o presidente da China, Xi Jinping, ter dito no domingo que a China consolidaria e reforçaria a tendência positiva da sua recuperação econômica este ano.

Outros ingredientes siderúrgicos na bolsa de Dalian também avançaram, com destaque para o carvão metalúrgico e coque, que subiram 2,44% e 2,46%, respectivamente.

Os conttratos de referência do aço na bolsa de Xangai registraram ganhos em geral. O vergalhão subiu 1,23%, bobinas laminadas a quente subiram 0,88%, fio-máquina avançou 4,06% enquanto o aço inoxidável ficou quase estável.

(Reportagem de Amy Lv e Andrew Hayley)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes