ValueAct e Blackwells se movimentam para apoiar Disney em disputa com Trian

Por Svea Herbst-Bayliss

(Reuters) - Dois hedge funds ativistas, ValueAct Capital e Blackwells Capital, agiram nesta quarta-feira para fornecer apoio à Walt Disney em um momento no qual a companhia se defende contra um desafio no conselho de administração de um terceiro investidor ativista, o Trian Fund Management.

A reviravolta incomum na batalha pelo conselho da Disney ressalta que há muito em jogo na tentativa de recuperação da empresa sob o comando do presidente-executivo Bob Iger. Ele liderou a Disney de 2005 a 2020 e voltou ao comando em novembro de 2022, depois que os investidores puniram as ações da empresa por um prejuízo trimestral de 1,5 bilhão de dólares em sua divisão de streaming, mais que o dobro do prejuízo do ano anterior, e muitas de suas franquias de filmes tiveram desempenho abaixo do mercado.

A Disney disse nesta quarta-feira que chegou a um acordo com a ValueAct para aconselhá-la sobre estratégia e apoiar os diretores indicados em sua assembleia anual de acionistas.

Separadamente, a Blackwells disse que nomearia três diretores para o conselho da Disney, que, ao contrário de Trian, apoiam a estratégia da empresa, confirmando uma reportagem anterior da Reuters.

“O ValueAct tem um histórico de colaboração e cooperação com as empresas nas quais investe e seu coCEO Mason Morfit tem sido muito construtivo nas conversas que tivemos no ano passado”, disse o CEO da Disney, Bob Iger.

A empresa não comentou imediatamente a decisão do Blackwells.

O CEO do Trian, Nelson Peltz, nomeou a si mesmo e a um ex-diretor financeiro da Disney para o conselho da Disney, posicionando-se como as pessoas que a gigante da mídia e do entretenimento precisa agora para cortar custos, traçar um plano de sucessão do CEO e renovar as operações de streaming da empresa.

O Trian não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Continua após a publicidade

Em um esforço para atenuar o desafio do conselho, a Disney já renovou proativamente seu conselho em novembro, quando nomeou o ex-CEO do Morgan Stanley James Gorman e o ex-CEO da SKY Jeremy Darroch como diretores.

(Reportagem de Akash Sriram e Aditya Soni, em Bengaluru)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes