Déficit comercial dos EUA diminui em novembro com queda das importações

WASHINGTON (Reuters) - O déficit comercial dos Estados Unidos diminuiu inesperadamente em novembro com a queda das importações, segundo dados do governo divulgados nesta terça-feira.

O déficit comercial caiu 2,0%, para 63,2 bilhões de dólares, informou o Departamento de Comércio. Os dados de outubro foram ligeiramente revisados para mostrar que o déficit comercial aumentou para 64,5 bilhões de dólares, em vez de 64,3 bilhões, conforme informado anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters previam que o déficit comercial subiria para 65,0 bilhões de dólares em novembro.

O comércio foi neutro para a taxa de crescimento de 4,9% da economia no terceiro trimestre. A expansão no trimestre passado deve ter sido refreada por um ritmo menor de acúmulo de estoques, uma vez que as empresas preveem demanda mais lenta este ano, após altas de 525 pontos-base na taxa de juros pelo Federal Reserve desde março de 2022.

As estimativas de crescimento para o quarto trimestre estão atualmente em um ritmo anualizado de 2,5%.

O governo vai publicar sua estimativa para o crescimento do PIB no quarto trimestre neste mês.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes