Transportadora Hapag-Lloyd continuará a evitar o Canal de Suez

BERLIM (Reuters) - A alemã Hapag-Lloyd continuará a desviar suas embarcações do Canal de Suez para o Cabo da Boa Esperança por motivos de segurança, disse um porta-voz da empresa nesta terça-feira.

"Consideramos que a situação ainda é perigosa", disse o porta-voz da quinta maior empresa de transporte de contêineres do mundo. "Fazemos reavaliações diárias e tomaremos as próximas decisões na segunda-feira, 15 de janeiro."

Como seus rivais, a Hapag-Lloyd está evitando a área do Mar Vermelho depois que o grupo militante Houthi do Iêmen começou a atacar navios comerciais em apoio ao grupo palestino Hamas.