Movimento de servidores do BC atrasa em 4 horas divulgação de Ptax desta quinta-feira

Por Fabricio de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Central atrasou em cerca de 4 horas a divulgação da cotação final da taxa de câmbio Ptax nesta quinta-feira, em função do movimento dos funcionários da autarquia por melhores condições de trabalho.

Normalmente divulgada pouco após as 13h10, a Ptax do dia foi anunciada apenas depois das 17h. A taxa fechou em 4,8788 reais para compra e em 4,8794 reais para venda.

Desde o ano passado, servidores do BC estão em operação-padrão, o que tem atrasado sistematicamente a divulgação de dados econômicos. Nesta quinta, o movimento dos servidores também levou ao atraso na divulgação da Ptax, confirmou à Reuters o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central, Fábio Faiad.

Um operador do mercado de câmbio ouvido pela Reuters durante a tarde afirmou que o atraso da Ptax estava prejudicando os negócios, uma vez que a taxa serve como referência para a liquidação de diversas operações cambiais, inclusive as de compra e venda de moeda para importação e exportação.

Calculada pelo BC com base nas cotações do mercado à vista, a Ptax também serve de referência para a liquidação de contratos futuros de dólar no início de cada mês e para contratos derivativos de balcão negociados no Brasil e no exterior.

Questionado pela Reuters sobre a Ptax desta quinta-feira e se o movimento dos servidores havia atrasado a divulgação, o BC limitou-se a responder no fim da tarde, por meio de sua assessoria de imprensa, que a taxa "estava em apuração" durante a tarde e que não iria comentar a questão dos servidores.

(Por Fabricio de Castro, em São Paulo)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes