Citi anuncia corte de 20 mil vagas até 2026 após prejuízo

Por Tatiana Bautzer e Manya Saini

(Reuters) - O Citigroup anunciou nesta quinta-feira que vai cortar 20.000 postos de trabalho nos próximos dois anos, depois de divulgar prejuízo de 1,8 bilhão de dólares para o quarto trimestre.

"O quarto trimestre foi claramente decepcionante”, disse a presidente-executiva, Jane Fraser, a analistas. “Sabemos que 2024 é crítico.”

O banco, que atualmente tem 239 mil funcionários em todo o mundo, reduzirá esse número em 20 mil em uma ampla reorganização, disse o vice-presidente financeiro, Mark Mason, a jornalistas.

O Citi também espera reduzir seu quadro de pessoal em 40 mil vagas depois que cindir e listar o banco mexicano de varejo Banamex em uma oferta pública inicial. Com a redução do quadro de pessoal e a separação do Banamex, o objetivo é atingir um nível de 180 mil funcionários, disse Mason.

Analistas disseram que, excluindo os encargos não recorrentes, os resultados do Citi mostraram força.

"O resultado do Citigroup pareceu terrível, com um grande prejuízo de 1,8 bilhão de dólares, mas os negócios do banco mostraram resiliência", disse Octavio Marenzi, presidente-executivo da empresa de consultoria de gestão Opimas.

O prejuízo foi causado por 3,8 bilhões de dólares em encargos que incluíram despesas de reorganização, uma formação de reserva relacionada a desvalorizações cambiais e instabilidade na Argentina e na Rússia, além de um pagamento de 1,7 bilhão de dólares para repor o fundo de seguro de depósitos FDIC.

O Citi espera registrar entre 700 milhões e 1 bilhão de dólares em encargos este ano relacionados a custos de demissão e reorganização.

Continua após a publicidade

Os rivais JPMorgan Chase e Bank of America divulgaram nesta sexta-feira resultados trimestrais mais baixos, enquanto o Wells Fargo teve um desempenho melhor devido aos cortes de custos.

A receita do Citi caiu 3%, para 17,4 bilhões de dólares no trimestre, em relação ao ano anterior. Foi a primeira vez que o banco separou os lucros de suas cinco unidades - serviços, mercados, banking, personal banking e patrimônio, que anteriormente estavam sob divisões mais amplas.

Mas os consumidores começaram a mostrar sinais de estresse. O Citi criou uma provisão maior para cobrir perdas caso os clientes não consigam pagar dívidas de cartões de crédito, hipotecas ou empréstimos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes