BNDES aprova financiamento de R$3,2 bi para usina eólica da Casa dos Ventos e ArcelorMittal

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um financiamento de 3,16 bilhões de reais para um projeto de geração de energia eólica da Casa dos Ventos em conjunto com a ArcelorMittal, informou o banco nesta segunda-feira.

Segundo o BNDES, o crédito corresponde a 80% do total a ser investido no projeto, batizado de Babilônia Centro, e é o maior volume já financiado pelo banco para um empreendimento de geração renovável.

Localizado na Bahia, o complexo eólico terá capacidade instalada de 553,5 megawatts (MW) e geração estimada em 267 MW médios. Ele abastecerá aproximadamente 40% do consumo elétrico da ArcelorMittal no Brasil, em um modelo que torna a siderúrgica uma autoprodutora de energia.

"Essa operação reforça o compromisso do BNDES com projetos de geração renovável de grande escala, na busca por uma matriz energética cada vez mais sustentável para o Brasil, com produção de energia limpa e estímulo à descarbonização", afirmou o presidente do banco de fomento, Aloizio Mercadante, em comunicado.

Com operação prevista para outubro de 2025, o Babilônia Centro evitará emissão anual de aproximadamente 950 mil toneladas de CO2.

"O avanço da implantação deste projeto é um marco importante para a ArcelorMittal, porque está em linha com o nosso objetivo global de ser carbono neutro até 2050 e reduzir em 25% as emissões específicas até 2030", disse Jefferson De Paula, presidente da ArcelorMittal Brasil e CEO Aços Longos e Mineração Latam.

(Por Letícia Fucuchima)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes