Lula se encontrará com chanceler chinês na 6ª-feira em Fortaleza

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reunirá com o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, na tarde de sexta-feira, na cidade de Fortaleza, disse um porta-voz da Presidência nesta quinta-feira.

Wang, que está em viagem para visitar o Brasil, a Jamaica e países africanos, está em Brasília nesta quinta-feira para reuniões no Ministério das Relações Exteriores, e uma declaração conjunta é esperada para sexta-feira ao meio-dia.

A China é o maior mercado de exportação do Brasil, principalmente de soja e minério de ferro. As empresas chinesas estão planejando aumentar seus investimentos no Brasil, em transmissão de energia, petróleo e veículos elétricos, disseram os empresários em uma reunião Brasil-China na semana passada em Shenzhen com grandes corporações chinesas.

Lula está atualmente viajando pelo Nordeste, seu principal bastião político, de olho nas eleições municipais deste ano.

Espera-se que o presidente brasileiro reitere a posição do Brasil sobre Taiwan ser parte da China.

Uma declaração conjunta do Brasil e da China em abril afirmou que "a parte brasileira reiterou que adere firmemente ao princípio de uma só China, e que o governo da República Popular da China é o único governo legal que representa toda a China, enquanto Taiwan é uma parte inseparável do território chinês".

(Reportagem de Anthony Boadle)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora