S&P 500 fecha perto de recorde, com otimismo em relação à IA impulsionando fabricantes de chips

Por Noel Randewich e Ankika Biswas

(Reuters) - As ações dos Estados Unidos fecharam em forte alta nesta quinta-feira, com o S&P 500 se aproximando de recordes, conforme o otimismo em relação à inteligência artificial impulsionou os ganhos da Nvidia e de outros fabricantes de chips.

As ações listadas nos EUA da Taiwan Semiconductor Manufacturing (TSMC) subiram quase 10%, depois que a maior fabricante de semicondutores do mundo projetou um crescimento de receita para 2024 de mais de 20%, devido à crescente demanda por chips de ponta usados em aplicações de IA.

A fabricante de chips Nvidia subiu 1,9%, atingindo um pico histórico, e foi a empresa mais negociada em Wall Street, com quase 28 bilhões em ações trocadas. A rival Advanced Micro Devices subiu 1,6% e também atingiu seu nível mais alto.

Broadcom, Qualcomm e Marvell Technology ganharam mais de 3% cada. O índice de semicondutores Philadelphia SE subiu 3,4% e se aproximou de seu recorde histórico de dezembro de 2023.

"A IA fez com que esse setor tivesse uma recuperação (enorme), e não acho que isso vá parar tão cedo", disse Jake Dollarhide, presidente-executivo da Longbow Asset Management.

A Apple saltou 3,3% depois que o BofA Global Research elevou a recomendação da ação da fabricante do iPhone de "neutra" para "compra" Isso ajudou o índice de tecnologia da informação S&P 500 a subir 2% e atingir um recorde.

O S&P 500 subiu 0,88%, encerrando a sessão em 4.780,94 pontos. O índice de referência estava apenas 0,3% abaixo de seu recorde de fechamento em janeiro de 2022.

O Nasdaq ganhou 1,35%, para 15.055,65 pontos, enquanto o Dow Jones Industrial Average subiu 0,54%, para 37.468,61 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes