Latam amplia liderança no mercado aéreo brasileiro em 2023, diz Anac

SÃO PAULO (Reuters) - A Latam ampliou sua vantagem no ano passado como líder de mercado entre as empresas que operam voos domésticos e internacionais no Brasil, mostraram dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) nesta segunda-feira.

Com sede no Chile, a Latam tem liderado o segmento doméstico no Brasil desde 2021, quando ultrapassou a Gol.

A Latam encerrou 2023 com participação de 37,8% no mercado doméstico, medida em passageiros-quilômetros transportados (RPK), um indicador de tráfego. Em seguida vem a Gol, com 33,3%, e a Azul, com 28,4%, de acordo com dados da Anac.

A vantagem da Latam sobre a Gol subiu para 4,45 pontos percentuais em 2023, contra 2,76 pontos percentuais um ano antes.

A Latam saiu, no final de 2022, de um processo de recuperação judicial iniciado durante a pandemia com um plano de reestruturação de 8 bilhões de dólares. Gol e Azul também têm enfrentado dificuldades financeiras nos últimos anos. A Azul realizou no ano passado uma restruturação.

Os dados da Anac vêm após o jornal Folha de S. Paulo dizer neste mês que a Gol estaria considerando entrar com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos, o que levou as ações da companhia aérea a caírem mais de 10% desde a publicação da notícia.

A Gol, que já concluiu uma reorganização de dívida em 2023, afirmou na semana passada que está analisando uma reestruturação "consensual" com seus stakeholders financeiros, mas que não há qualquer definição sobre a forma de sua implementação.

A Latam também aumentou sua liderança em voos internacionais no Brasil no ano passado, segundo dados da Anac, com uma participação de mercado de 18,2%, em comparação com 16,2% em 2022. A portuguesa TAP permaneceu em segundo lugar, com sua participação caindo de 11,4% para 10,6%.

(Reportagem de André Romani; reportagem adicional de Gabriel Araujo)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes