Petrobras terá GT com setor sucroalcooleiro do Nordeste para combustíveis renováveis

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras criará grupos de trabalho junto a representantes do setor sucroalcooleiro do Nordeste para tratar de novos projetos de combustíveis renováveis, afirmou nesta segunda-feira o CEO Jean Paul Prates em seu perfil em uma rede social.

O executivo afirmou ainda que poderão ser assinados com o segmento termos de cooperação para o desenvolvimento de projetos de pesquisa e desenvolvimento.

Prates participou nesta segunda-feira de reunião técnica com representantes do setor, com o objetivo analisar os cenários e tendências na produção de etanol e combustíveis sintéticos, a partir de matérias-primas como a biomassa, pelo reaproveitamento do bagaço da cana-de-açúcar.

"Nas apresentações, tratamos das novas rotas tecnológicas da Petrobras na garantia de novos combustíveis, com destaque para o potencial do etanol, que pode ser utilizado para a produção de combustível de aviação sustentável (SAF, Sustainable Aviation Fuels)", disse Prates, em seu perfil na rede social X, antigo Twitter.

Segundo o executivo, tais análises fazem parte do atual compromisso da Petrobras com a transição energética e a busca por soluções de baixo carbono em parceria com outros agentes do setor energético nacional.

Além de Prates, participaram da reunião o diretor executivo de Logística, Comercialização e Mercados, Claudio Schlosser, consultores e especialistas da Petrobras, além dos representantes do Sindicato da Indústria de Álcool dos Estados do Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí (Sonal) e dirigentes estatutários das usinas Estivas, Grupo Faria e Grupo Telles, empresas com atuação em Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora