Promessas de suporte de Pequim tiram as ações da China de mínimas, mas ceticismo é grande

(Corrige texto e cotações)

XANGAI (Reuters) - As ações chinesas saíram de mínimas de vários anos nesta terça-feira após notícia de promessa do gabinete que sinalizou suporte aos mercados acionários do país, embora o clima esteja frágil.

O índice de Xangai atingiu mínima de quatro anos no início do pregão, mas fechou com alta de 0,53%, enquanto o CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve alta de 0,4%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, subiu 2,63%.

Todos os três índices tiveram um desempenho fraco em janeiro e têm ficado atrás das ações mundiais por vários anos, já que os investidores perderam a paciência com o desempenho abaixo do esperado da economia chinesa após a pandemia e com a falta de estímulos de grande porte observados em recessões anteriores.

O índice CSI 300 da China caiu 47% desde seu pico em fevereiro de 2021, e o HSI afundou 49%.

O gabinete da China disse na segunda-feira que tomará medidas enérgicas e eficazes para estabilizar a confiança do mercado. A Bloomberg News, citando fontes não identificadas, disse que as autoridades estavam tentando mobilizar cerca de 2 trilhões de iuanes (279 bilhões de dólares) para financiar a compra de ações por meio de um link da bolsa de valores China-Hong Kong.

A reação dos operadores foi calorosa, mas sem muita convicção.

O suposto pacote de resgate "é uma medida bem-vinda e mostra uma capacidade de resposta cada vez maior... mas, com menos de 2% do PIB, tememos que isso ainda seja inadequado", disse Aninda Mitra, chefe de macroeconomia e estratégia de investimento na Ásia do BNY Mellon Investment Management.

A Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China não respondeu a um pedido de comentário da Reuters, e os analistas também hesitaram em se animar.

Continua após a publicidade

"Duvidamos que o tamanho seja preciso ou que o governo seja decisivo o suficiente para mobilizar uma quantia tão grande por enquanto", disseram os analistas do Bank of America Securities em uma nota aos clientes.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,08%, a 36.517 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 2,63%, a 15.353 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,53%, a 2.770 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,40%, a 3.231 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,58%, a 2.478 pontos.

Continua após a publicidade

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,33%, a 17.874 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,44%, a 3.135 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,51%, a 7.514 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes