Minério de ferro amplia ganhos com melhora do sentimento após promessas da China

PEQUIM (Reuters) - Os futuros do minério de ferro subiram nesta quarta-feira pela segunda sessão consecutiva, auxiliados pela melhora no sentimento de risco em meio a esforços das autoridades da China, principal mercado consumidor do minério, em reforçar a confiança do mercado.

O contrato de maio do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com alta de 1,77%, a 979 iuanes (136,53 dólares) a tonelada, atingindo o maior valor desde 12 de janeiro.

O contrato de referência de fevereiro do minério de ferro na Bolsa de Cingapura subiu 0,99%, a 133,3 dólares a tonelada, também alcançando uma máxima desde 12 de janeiro.

O banco central da China disse que usaria várias ferramentas de política para manter a liquidez razoavelmente ampla, melhorar a estrutura de crédito e intensificar o apoio a empresas privadas e pequenas empresas.

Pequim também aumentará os esforços para atrair empresas estrangeiras, disse o principal órgão regulador financeiro do país.

Os órgãos reguladores de valores mobiliários da China pediram a alguns administradores de fundos de hedge que restringissem as vendas a descoberto em seu mercado futuro de índices de ações, segundo duas fontes, como parte dos esforços para estabilizar as ações em queda.

Isso ocorreu depois que Pequim disse na segunda-feira que tomaria medidas mais vigorosas e eficazes para estabilizar a confiança do mercado, elevando o sentimento nos mercados de ações e de commodities.

Pelo menos duas cargas de minério de ferro do Fortescue Metals Group, o quarto maior fornecedor mundial, estão enfrentando atrasos incomuns na alfândega do porto de Caofeidian, no norte da China, devido a inspeções para resíduos sólidos, informaram fontes com conhecimento do assunto.

"A retomada da demanda de minério será lenta no curto prazo, já que, embora o número de altos-fornos que retomaram as operações tenha excedido o número dos que estavam em manutenção, as margens de aço ainda estreitas reduziram o apetite de compra", disseram analistas da Sinosteel Futures em uma nota.

Continua após a publicidade

(Reportagem de Amy Lv e Andrew Hayley)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes