Votorantim Cimentos vai investir R$5 bi até 2028

SÃO PAULO (Reuters) - A Votorantim Cimentos anunciou nesta quarta-feira investimento de 5 bilhões de reais até 2028 para crescimento de capacidade e melhorar competitividade de operações da empresa no Brasil.

Com os investimentos, a Votorantim Cimentos irá adicionar 3 milhões de toneladas por ano à capacidade de produção da empresa no Brasil, de cerca de 34 milhões de toneladas, afirmou a companhia em comunicado à imprensa.

Os recursos para as expansões e modernizações, de acordo com a empresa, serão obtidos a partir do caixa próprio da Votorantim Cimentos.

"Sob a ótica financeira, o investimento de expansão em operações já existentes maximiza nossa alavancagem operacional e nos permite obter retornos mais atrativos com um perfil de risco mais controlado", disse o presidente-executivo da Votorantim Cimentos, Osvaldo Ayres Filho.

Os investimentos foram anunciados em um momento em que a rival CSN Cimentos tem avançado na aquisição de ativos no Brasil que a deixaram na segunda posição entre os maiores produtores nacionais do insumo, atrás apenas da Votorantim. A companhia projeta investimento de 5 bilhões de reais em crescimento orgânico nos próximos anos, informou a CSN em meados de dezembro.

A Votorantim afirmou que, do volume de investimentos de 5 bilhões de reais, 1,5 bilhão já está sendo implementado, incluindo 300 milhões para ampliar capacidade de produção da fábrica paulista em Salto de Pirapora.

A expansão da unidade se dará com uma nova moagem de cimento que vai adicionar 1 milhão de toneladas à capacidade da fábrica, afirmou a Votorantim. O início das obras está previsto para o primeiro semestre deste ano, com expectativa de conclusão para o segundo semestre de 2025. A empresa não informou a capacidade atual da unidade.

Segundo a Votorantim, incluindo a unidade fabril no bairro de Santa Helena, na cidade vizinha de Votorantim, o chamado complexo Salto-Santa Helena receberá investimentos de 800 milhões de reais até 2026, o que ampliará a capacidade em 20%.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes