Ações sobem impulsionadas pelo setor de tecnologia e BCE mantém juros inalterados como esperado

Por Shashwat Chauhan e Shristi Achar A

(Reuters) - As ações europeias subiram nesta quinta-feira, com os papéis de tecnologia e a Nokia avançando em função de um balanço trimestral superior ao esperado, enquanto os investidores consideraram a última reunião de política monetária e a coletiva de imprensa do Banco Central Europeu como um sinal de uma mudança para uma abordagem mais branda.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,30%, a 478,53 pontos, depois de cair até 0,5% durante o dia.

O destaque do dia foi o BCE, que manteve as taxas de juros inalteradas em um nível recorde de 4%, conforme esperado, e reafirmou seu compromisso com o combate à inflação, sem qualquer indício de que autoridades estejam sequer contemplando a flexibilização da política monetária.

No entanto, os mercados ouviram indícios de uma mudança de tom e estão apostando em cortes na taxa de depósito que estão por vir.

"A coletiva de imprensa de hoje apresentou uma clara mudança "dovish" (mais flexível com a inflação) no pensamento do BCE, reconhecendo uma inclinação negativa do crescimento e da inflação em comparação com as previsões de dezembro do BCE", disse Peter Sidorov, economista sênior do Deutsche Bank.

"Embora os cortes nos juros ainda não estejam sendo discutidos, Lagarde deixou a porta aberta para que o BCE mude de rumo rapidamente se os dados o justificarem."

Ainda assim, os mercados estão precificando quase 130 pontos-base de flexibilização este ano, abaixo dos cerca de 150 pontos-base de duas semanas atrás. [0#ECBWATCH]

O setor de tecnologia liderou os ganhos setoriais, em alta de 1,8%, já que a fabricante holandesa de equipamentos para semicondutores ASML continuou sua sequência de altas e atingiu novos picos, avançando 4,6%.

Continua após a publicidade

Em LONDRES, o índice Financial Times teve variação positiva de 0,03%, a 7.529,73 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,10%, a 16.906,92 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,11%, a 7.464,20 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,60%, a 30.157,80 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,58%, a 9.916,60 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,52%, a 6.294,55 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes