Tesla recebe autorização de conselho local para expansão de fábrica na Alemanha

GRUENHEIDE, Alemanha (Reuters) - A Tesla recebeu nesta quinta-feira uma autorização do conselho local para expandir a sua fábrica na cidade alemã de Gruenheide, perto de Berlim, apesar dos protestos contra os planos da montadora de carros elétricos.

A autorização dada pelo conselho de Gruenheide é apenas a primeira de uma série de barreiras que a Tesla terá de superar para iniciar sua expansão e aumentar seu espaço logístico local, que inclui uma estação de trem. A expansão também precisa ser aprovada pelas autoridades ambientais.    A expansão faz parte dos planos da montadora de dobrar a capacidade da instalação para 100 gigawatts-hora de produção de baterias e 1 milhão de carros por ano, o que faria a empresa dominar o mercado europeu de veículos elétricos.    Ambientalistas e grupos locais temem que a expansão da fábrica coloque em risco o suprimento de água da região, já que as instalações ficam em uma área de proteção de água potável.    Manifestantes contrários à expansão entraram em confronto com a polícia neste mês, e alguns deles tentaram invadir a fábrica. Um suposto ataque incendiário perto do local deixou a planta sem energia elétrica em março.    Em frente ao local, onde membros do conselho de Gruenheide se encontraram nesta quinta-feira -- sob proteção policial --, manifestantes erguiam cartazes com os dizeres “Pessoas acima do Lucro” e “Fechem a Torneira da Tesla”.    A montadora já teve de revisar seus planos de expansão para Gruenheide depois de cidadãos terem votado contra eles em fevereiro, e agora a empresa poderia derrubar somente 47 hectares de floresta, metade do que constava no planejamento inicial.    (Reportagem de Christina Amann; reportagem adicional de Riham Alkousaa)