Bolsas

Câmbio

Política faz HSBC manter recomendação neutra para ações no Brasil

A equipe de estrategistas do HBSC Bank, liderada por Nicholas Smithie, afirma, em relatório distribuído a clientes, que a situação política no Brasil é o maior fator de influência para o preço dos ativos no mercado financeiro.


Os estrategistas escreveram que as incertezas com a política podem levar os investidores a revisar suas carteiras. O banco mantém a recomendação neutra para as ações brasileiras e retirou da carteira os papéis de Localiza, Petrobras e CCR, companhias mais sensíveis ao crescimento econômico.


Foram incluídas as ações da Weg, Vale e Klabin, cuja maior parte das receitas é em dólar. "Também incluímos papéis defensivos como Cielo, Itaú, Hypermarcas e aqueles com boa combinação de lucro e receita como Sabesp, Cemig e Transmissão Paulista", escreveram.


Os analistas consideram que um cenário político mais turbulento pode atrasar e diluir a aprovação das reformas no Congresso, tornando mais difícil o ajuste fiscal e, consequentemente, afetando o nível de confiança e os níveis de preços dos ativos.


"Acreditamos que o presidente Temer está enfrentando uma forte pressão política, que coloca dúvidas sobre a aprovação das reformas", escreveram.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos