Bolsas

Câmbio

Azul anuncia plano de recompra de até 700 mil ações preferenciais

A Azul, terceira maior companhia aérea do país, aprovou em reunião de conselho de administração ontem (19), o plano de recompra para até 700 mil ações preferenciais da empresa.


A operação tem como objetivo a manutenção dos papéis em tesouraria e o cumprimento de parcela das obrigações constantes do Plano de Outorga de Ações Restritas.


O montante a ser empregado na hipótese da recompra do total das ações do plano de recompra corresponderia, considerando a média ponderada das cotações dos últimos 30 dias, a aproximadamente R$ 16,59 milhões.


As aquisições do programa de recompra poderão ser feitas no prazo de até 18 meses, de 5 de julho de 2017 a 5 de janeiro de 2019.


A Azul possui 928,96 milhões de ações ordinárias e 305,7 milhões de ações preferenciais em circulação, e nenhuma ação em tesouraria. O plano de recompra representa então até 0,23% das ações preferenciais em circulação no mercado.


A proposta da administração ainda será submetida à Assembleia Geral, em 5 de julho próximo.


O conselho de administração também anunciou a renúncia apresentada pelo acionista Decio Luiz Chieppe, um dos fundadores da Trip ? adquirida pela Azul em 2012 ?, ao cargo de membro do Comitê de auditoria estatutária.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos