PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Dólar opera na casa de R$ 3,79 em novo dia de atuação do BC e Tesouro

15/06/2018 10h04

(Atualizada às 11h) A ampliação das intervenções do Banco Central (BC) e do Tesouro Nacional aliviam nesta manhã de sexta-feira os mercados de câmbio e juros e os ativos apresentam queda após a abertura.

A autoridade monetária já realizou leilão de 35 mil novos contratos de swap cambial, o equivalente a US$ 1,75 bilhão, em operação que equivale a venda de dólar futuro. Assim, ficam faltando US$ 4 bilhões para que o BC cumpra seu objetivo de totalizar a oferta de US$ 24,5 bilhões em contratos de swap cambial.

Por volta das 11h, o dólar estava cotado a R$ 3,79, recuo de 0,50%.

Os DIs, por sua vez, mostram algum alívio à decisão do Tesouro Nacional de prosseguir com as recompras de títulos prefixados e incluir também as LTNs e NTN-Bs nesse programa.

Também contribui para a queda das taxas a decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) de mudar a regra de aplicação de previdência complementar. O prazo médio mínimo da carteira ("duration") dos fundos de previdência e seguradoras cairá para zero no intervalo de um ano, começando um movimento de redução gradual em junho e indo até agosto de 2019.

O DI janeiro/2019 tinha taxa de 7,54% (7,6% no ajuste anterior) e oDI janeiro/2021 era negociado 10,31% (10,35% no ajuste anterior). ODI janeiro/2025 estava em 12,25% (12,27% no ajuste anterior) e oDI janeiro/2027 marcava 12,62% (12,66% no ajuste anterior).