Bolsas

Câmbio

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://economia.uol.com.br/album/2013/03/08/5-dicas-para-lidar-com-o-gerente-do-banco.htm
  • totalImagens: 6
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130308184830
Fotos

No livro "Case com seu banco com separação de bens - Como não pagar tarifas e negociar empréstimos e financiamentos" (Editora Saraiva), o economista Humberto Veiga dá dicas de como melhorar a relação com o banco. Veja, a seguir, algumas delas Shutterstock Mais

RELACIONAMENTO - "A sua relação com o banco é de negócios", resume o economista. A verdade é uma só: o banco quer lucro, e o consumidor quer receber o máximo pelo seu dinheiro, ou, se precisar de crédito, pagar o mínimo pelo financiamento obtido. É nesses termos, muito claros, que deve ser levada a conversa com o gerente Shutterstock Mais

EMPRÉSTIMOS - Não aceite a primeira oferta feita pelo gerente ao pedir um empréstimo: negocie as condições. A concorrência, nesse caso, é grande, e está a favor do consumidor. "Trata-se de um serviço em que há vários fornecedores dispostos a emprestar a você", diz Veiga Alex Almeida/Folha Imagem Mais

CONTA - "Os pacotes oferecidos pelos bancos são desenhados para garantir a eles um fluxo de receita mensal e sempre vem com uma quantidade excepcional de transações que talvez você nunca tenha que utilizar", diz Veiga. Não aceite a primeira oferta: verifique se vale a pena contratar o pacote ou basta ficar com os serviços essenciais, que são gratuitos (mas oferecidos em quantidade limitada) Shutterstock Mais

INVESTIMENTOS - A Análise do Perfil do Investidor (API) é uma ferramenta interessante para o cliente. Trata-se de um questionário que tem por objetivo traçar o perfil de risco de uma pessoa para aplicações. "Evita que o gerente ofereça produtos de risco elevado para quem não tem perfil para aceitá-los", diz Veiga Folhapress Mais

RECLAMAÇÕES - Caso tenha problema com o banco e não consiga resolvê-lo na agência ou no SAC, faça uso das ouvidorias. Outra dica é anotar o número da Central de Atendimento do Banco Central (145), que deve ser acionado em casos de emergência. "É com esse número que você solucionará a maioria dos problemas com bancos, cooperativas, financeiras, consórcios", diz Humberto Veiga Shutterstock Mais

5 dicas para lidar com o gerente do banco

Mais álbuns de UOL Economia x

Últimos álbuns de Economia

UOL Cursos Online

Todos os cursos