Bolsas

Câmbio

Direto da BolsaDireto da Redação

Cobertura de notícias sobre mercados, ações e investimentos no Brasil e no exterior

CMN muda método de cálculo de taxa que incide sobre rendimento da poupança

O Conselho Monetário Nacional (CMN) alterou o método de cálculo da Taxa Básica Financeira (TBF) e da Taxa Referencial (TR), que serve de referência para a remuneração da poupança, que deixa de seguir as taxas dos CDBs e RDBs prefixados para acompanhar taxas de títulos do Tesouro Nacional, informou o Banco Central em comunicado nesta quinta-feira (18). "A nova metodologia mantém a TBF e a TR nos mesmos níveis que vinham sendo praticados", segundo o BC, acrescentando que a alteração passa a vigorar a partir de 1º de fevereiro. (Com Reuters)

Governo brasileiro emite US$ 1,5 bilhão em bônus de 30 anos

O governo brasileiro captou US$ 1,5 bilhão na reabertura do título Global 2047, com taxa de 5,6% ao ano e spread de 271 pontos básicos acima dos títulos de referência dos Estados Unidos, informou o Tesouro Nacional nesta quinta-feira (18). O Global 2047, com vencimento em 21 de fevereiro de 2047, carrega cupom de 5,625% ao ano e foi colocado ao preço de 100,352% do valor de face. (Com Reuters)

Bolsa cai 0,28%, após 3 recordes seguidos, e fecha abaixo de 81 mil pontos

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (18) em queda de 0,28%, a 80.962,65 pontos, após bater recordes nos últimos três dias. Na véspera, a Bolsa subiu 1,7% e atingiu sua maior pontuação na história (81.189,16 pontos). (Com Reuters) Leia Mais

Dólar cai 0,23% e fecha a R$ 3,21, na segunda queda seguida

dólar comercial fechou esta quinta-feira (18) em queda de 0,23%, cotado a R$ 3,21 na venda. É a segunda baixa seguida da moeda norte-americana, que caiu 0,37% na véspera. (Com Reuters) Leia Mais

Bolsa e dólar operam em queda; moeda é vendida a R$ 3,21

A Bolsa e o dólar comercial operavam em queda nesta quinta-feira (18). Por volta das 16h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava baixa de 0,74%, a 80.592,42 pontos. No mesmo horário, a moeda norte-americana tinha desvalorização de 0,23%, a R$ 3,21. O mercado monitorava o noticiário em torno da reforma da Previdência, além do desfecho do julgamento em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na próxima semana. (Com Reuters)

Bolsas da Europa: mercado sobe 0,94% em Portugal; Espanha cai 0,4%

Veja os resultados das Bolsas europeias nesta quinta-feira (18):

  • Portugal: +0,94%
  • Alemanha: +0,74%
  • Itália: +0,49%
  • França: +0,02%
  • Inglaterra: - 0,32%
  • Espanha: -0,4% (Com Reuters) 
Leia Mais

Agência de risco vê dificuldade para privatização da Eletrobras em 2018

O plano do governo brasileiro de privatizar a Eletrobras é positivo para a avaliação da companhia, mas a execução da medida "pode se provar muito difícil em 2018", disse a agência de classificação de riscos Moody's em comunicado nesta quinta-feira (18). Leia Mais

Bolsa e dólar operam em queda; moeda é vendida perto de R$ 3,21

A Bolsa e o dólar comercial operavam em queda nesta quinta-feira (18). Por volta das 15h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava baixa de 0,23%, a 81.005,02 pontos, após alcançar o maior nível da história na véspera. No mesmo horário, a moeda norte-americana tinha desvalorização de 0,14%, a R$ 3,212. O mercado monitorava o noticiário em torno da reforma da Previdência, além do desfecho do julgamento em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na próxima semana. (Com Reuters)

YouTube endurece regras para ganhar dinheiro com publicidade

O YouTube anunciou, nesta terça-feira (16), que, para quem tem canais na plataforma, ganhar dinheiro com publicidade vai ficar mais difícil. (Com Folha)  Leia Mais

Força vai à Justiça contra reajuste do salário mínimo abaixo da inflação

A Força Sindical entra, nesta quinta-feira (18), com ação na Justiça contra a decisão do governo de reajustar o salário mínio abaixo do índice de inflação. Em nota, a entidade afirma que a medida prejudica 22 milhões de aposentados. (Com Folha)  Leia Mais

Brasileiros devem captar US$ 150 mi com lançamento de moeda virtual

Um fundo de investimentos se prepara para captar cerca de US$ 150 milhões em março com o lançamento de uma moeda virtual lastreada no mercado imobiliário global. (Com Reuters)  Leia Mais

Bolsa e dólar operam quase estáveis; moeda é vendida perto de R$ 3,22

A Bolsa e o dólar comercial operavam quase estáveis nesta quinta-feira (18). Por volta das 14h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava leve alta de 0,02%, a 81.206,65 pontos, após fechar em alta de 1,7% na véspera, no maior nível da história. No mesmo horário, a moeda norte-americana tinha leve queda de 0,08%, a R$ 3,215 na venda. O mercado monitorava o noticiário em torno da reforma da Previdência, além do desfecho do julgamento em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na próxima semana. (Com Reuters)

Dólar cai, vendido perto de R$ 3,21, e Bolsa opera em alta

A Bolsa operava em alta e o dólar comercial caía nesta quinta-feira (18). Por volta das 13h15, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, subia 0,13%, a 81.292,34 pontos, após fechar em alta de 1,7% na véspera, no maior nível da história. No mesmo horário, a moeda norte-americana tinha baixa de 0,33%, a R$ 3,206 na venda. O mercado monitorava o noticiário em torno da reforma da Previdência, além do desfecho do julgamento em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na próxima semana. (Com Reuters)

Tesouro vende toda a oferta de LTN, LFT e NTN-F

O Tesouro Nacional vendeu integralmente nesta quinta-feira (18) a oferta de até seis milhões de Letras do Tesouro Nacional (LTN), a de até um milhão de Letras Financeiras do Tesouro (LFT), e a de dois milhões de Notas do Tesouro Nacional-série F (NTN-F). (Com Reuters) 

Coreia do Sul considera fechar Bolsas domésticas de criptomoedas

As autoridades sul-coreanas se juntaram nesta quinta-feira ao coro global de críticas às criptomoedas, dizendo que Seul considera fechar as Bolsas domésticas de moedas digitais, à medida que a nova modalidade expõe os usuários ao frenesi especulativo e ao crime. (Com Reuters)  Leia Mais

Pedidos de seguro-desemprego caem nos EUA

As solicitações semanais de seguro-desemprego nos Estados Unidos caíram fortemente, segundo os dados oficiais publicados nesta quinta-feira (18) pelo Departamento do Trabalho. O órgão recebeu 220 mil pedidos na semana encerrada em 13 de janeiro, uma diminuição de 41 mil em relação à semana anterior. (Com AFP) Leia Mais

Meirelles: rebaixamento da nota do Brasil não afasta investidores

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira (18) que investidores avaliam que medidas estão sendo tomadas pelo governo brasileiro e que, por isso, o rebaixamento da nota de crédito do Brasil pela Standard & Poor's não os afugenta do país. (Com Reuters)  Leia Mais

Dólar cai, vendido perto de R$ 3,21, e Bolsa opera quase estável

A Bolsa operava quase estável e o dólar comercial caía nesta quinta-feira (18). Por volta das 12h05, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava leve alta de 0,02%, a 81.203,88 pontos, após fechar em alta de 1,7% na véspera, no maior nível da história. No mesmo horário, a moeda norte-americana tinha baixa de 0,1%, a R$ 3,214 na venda. (Com Reuters)

'Recordes da Bolsa brasileira estão longe de ser uma bolha', diz analista

Coordenador do Centro de Finanças do Insper, Michael Viriato avalia que, por mais que o mercado reconheça as dificuldades que o país enfrentará este ano, os recordes batidos pela Bolsa brasileira estão longe de ser injustificados. (Com Estadão Conteúdo)  Leia Mais

Bancos vão lançar sistema único para pagamento de ISS

Na tentativa de resolver um dos maiores imbróglios tributários do país - criado com a mudança na legislação do ISS -, os bancos vão lançar um sistema com um padrão único de pagamento do imposto nas operações com cartões de débito e crédito, leasing, fundos de investimento, consórcios e planos de saúde. (Com Estadão Conteúdo)  Leia Mais

Economista diz que ?euforia? com a Bolsa não tem fundamento

Para a colunista do Estado e pesquisadora do Peterson Institute, Monica de Bolle, o Brasil passa por um momento de euforia sem fundamento. "A recuperação econômica que tivemos até agora não justifica esses números do mercado", diz. (Com Estadão Conteúdo)  Leia Mais

Dólar sobe, vendido perto de R$ 3,21, e Bolsa opera quase estável

A Bolsa operava quase estável e o dólar comercial subia nesta quinta-feira (18). Por volta das 11h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava leve baixa de 0,02%, a 81.170,16 pontos, após fechar em alta de 1,7% na véspera, no maior nível da história. No mesmo horário, a moeda norte-americana avançava 0,1%, a R$ 3,214 na venda. (Com Reuters)

Meirelles defende corte no juro do cheque especial

A mudança no funcionamento do cheque especial para reduzir o juro deve ser anunciada ainda este ano. A informação foi dada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), instituição que coordena as conversas para adoção das novas regras. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, reforçou o apoio à iniciativa com a avaliação de que o juro cobrado pelo uso do limite da conta corrente é "muito elevado". (Com Estadão Conteúdo)  Leia Mais

Emirates encomenda 36 jatos A380, após Airbus falar em encerrar produção

A companhia aérea Emirates anunciou nesta quinta-feira (18) um acordo de compra de 36 aviões Airbus A380 por US$ 16 bilhões, fundamental para garantir o futuro da fabricação desta aeronave de grande envergadura. (Com EFE) Leia Mais

Petrobras aumenta gasolina nas refinarias; preço sobe 27,5% em 6 meses

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (18) aumento de 0,7% no preço do diesel e de 0,8% no da gasolina comercializados nas refinarias. Os reajustes serão válidos partir de amanhã, dia 19 de janeiro. Aumentar o preço na refinaria não significa obrigatoriamente que ele subirá para o consumidor. O comércio pode elevar ou não e na porcentagem que quiser, pois não há tabelamento de preço. (Com Valor)  Leia Mais

Dólar sobe, vendido perto de R$ 3,22, e Bolsa opera quase estável

A Bolsa operava quase estável e o dólar comercial subia nesta quinta-feira (18). Por volta das 10h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrava leve baixa de 0,03%, a 81.164,79 pontos, após fechar em alta de 1,7% na véspera, no maior nível da história. No mesmo horário, a moeda norte-americana avançava 0,11%, a R$ 3,22 na venda. (Com Reuters)

Petrobras muda critérios e diz que gás de cozinha nas refinarias vai cair 5%

A Petrobras informou nesta quinta-feira (18) que sua diretoria executiva aprovou a revisão de política de preços do GLP residencial, o gás de cozinha, comercializado em botijões. Foram definidos novos critérios para reajustes e uma regra de transição para 2018, que reduzirá o preço do produto nas refinarias em 5% a partir de sexta-feira. Reduzir o preço na refinaria não significa obrigatoriamente que ele cairá para o consumidor. O comércio pode reduzir ou não e na porcentagem que quiser, pois não há tabelamento de preço. (Com Reuters) 

Dólar abre o dia operando quase estável, vendido perto de R$ 3,22

O dólar comercial abriu os negócios desta quinta-feira (18) operando quase estável, após cair 0,37% na véspera. Por volta das 9h10, a moeda norte-americana registrava leve alta de 0,06%, a R$ 3,219 na venda. O setor bancário nacional permanece no foco, com a tentativa de reformulação do cheque especial para reduzir os juros. No exterior, a China divulgou crescimento de 6,9% em 2017, resultado melhor que o esperado. (Com Reuters) 

Bolsa da China fecha em alta e atinge o maior nível em dois anos

As Bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção comum nesta quinta-feira (18), após alta nas Bolsas dos Estados Unidos. O mercado chinês avançou quase 1%, puxado pelos setores bancário e de infraestrutura, e atingiu o maior nível em dois anos. A China divulgou nesta quinta que o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em 2017 foi de 6,9%, acima do previsto. Veja as variações das Bolsas da região:

  • Japão: -0,44%
  • Hong Kong: +0,43%
  • China: +0,91%
  • Coreia do Sul: +0,02%
  • Taiwan: +0,61%
  • Cingapura: -0,58%
  • Austrália: -,02%. (Com Reuters)
Leia Mais

UOL Cursos Online

Todos os cursos