PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Carla Araújo

Após sete dias, general Heleno volta a despachar no Planalto

General Augusto Heleno - Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
General Augusto Heleno Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

25/03/2020 09h56

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, voltou a despachar nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, após sete dias de quarentena por ter testado positivo para o coronavirus. Segundo auxiliares, Heleno não apresentou sintomas da doença e se manteve disposto durante o período de isolamento.

A agenda do ministro ainda não está totalmente fechada, mas é possível que ele participe com o presidente Jair Bolsonaro na reunião por videoconferência com governadores da região Sudeste.

Ontem à noite, auxiliares do núcleo militar do presidente avaliaram que ele falhou em seu pronunciamento em rádio e TV, mas que a mensagem de não passar pânico e tentar voltar a normalidade deve ser passada para a população. O retorno do general Heleno deve reforçar a estratégia de que não se pode paralisar o país por conta da pandemia.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.