PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Carla Araújo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Auxílio Brasil: Valor e data para cada beneficiário sairá nos próximos dias

Campanha do Auxílio Brasil, programa de distribuição de renda que será substituto do Bolsa Família - Reprodução/Ministério da Cidadania
Campanha do Auxílio Brasil, programa de distribuição de renda que será substituto do Bolsa Família Imagem: Reprodução/Ministério da Cidadania
Carla Araújo

Jornalista formada em 2003 pela FIAM, com pós-graduação na Fundação Cásper Líbero e MBA em finanças, começou a carreira repórter de agronegócio e colaborou com revistas segmentadas. Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília, desde 2015. Foi pelo grupo Estado que cobriu o impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Valor Econômico, acompanhou como setorista do Palácio do Planalto o fim do governo Michel Temer e a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência.

Do UOL, em Brasília

11/11/2021 12h52

A área técnica do Ministério da Cidadania está finalizando um serviço para atender aos beneficiários do Auxílio Brasil, que começará a ser pago no próximo dia 17.

Segundo a pasta, os beneficiários do programa poderão consultar os valores e outras informações sobre o Programa Auxílio Brasil no antigo APP do Bolsa Família ou pela Central de Relacionamento do Ministério da Cidadania, por meio do telefone 121.

A expectativa da pasta é que os dados estejam disponíveis para consulta até o fim desta semana.

Segundo o governo, cerca de 14,6 milhões de famílias serão atendidas em novembro. Em dezembro, o programa pode ser ampliado para 17 milhões de famílias, mas esse aumento ainda depende de fonte de financiamento. Para isso, o governo conta com a aprovação da PEC dos Precatórios, que está em tramitação no Senado.

Sem os R$ 400 em novembro

Apesar da promessa do presidente Jair Bolsonaro de que o Auxílio Brasil fosse de R$ 400 logo depois do fim do auxílio emergencial, ou seja, agora em novembro, o valor a ser pago neste mês não alcançará esse valor.

O valor médio do benefício será de R$ 217,18 mensais, o que representa um aumento de 17,84% no tíquete médio pago até então no Bolsa Família.

As famílias com renda per capita de até R$ 100 passaram a ser consideradas em situação de extrema pobreza; aquelas com renda per capita de até R$ 200 passam a ser consideradas em condição de pobreza. No Bolsa Família, os valores eram, respectivamente, de R$ 89 e de R$ 178 por pessoa.

Em dezembro, dependendo da aprovação da PEC dos Precatórios, o governo diz que pagará um complemento, que dará a cada família, até dezembro de 2022, pelo menos R$ 400 mensais.

O governo diz ainda que pretende pagar de forma retroativa a diferença dos valores pagos em novembro para também alcançar a marca dos R$ 400.

PUBLICIDADE