Consultor lista 5 posturas de Trump a evitar para ser um bom profissional

Do UOL, em São Paulo

  • Doug Mills/The New York Times

Donald Trump, novo presidente dos Estados Unidos, é bilionário e dono de um império imobiliário, cassinos e campos de golfe. Durante a campanha pela Casa Branca, vendeu a imagem de que é um homem de negócios de sucesso, e não um político tradicional. Mas a eleição também foi marcada por uma série de declarações polêmicas do magnata. 

Esse estilo controverso pode servir de inspiração para quem busca o crescimento profissional? Melhor não, segundo Ricardo Basaglia, diretor executivo da Michael Page, empresa de recrutamento especializada em executivos.

Muitas posturas de Trump podem gerar insegurança, baixa produtividade, tensão, problemas éticos e rejeição ao aprendizado no ambiente de trabalho. É um executivo de sucesso, mas com opiniões e posições antagônicas ao que se aconselha à carreira de um profissional.

O especialista lista cinco posturas de Trump que não devem ser seguidas por quem está em busca do sucesso. Confira.

1. Feedback ruim

Basaglia critica a forma como Trump fazia a avaliação de desempenho dos participantes do programa "O Aprendiz", reality show que ele apresentava na TV norte-americana. Para o especialista, Trump fazia avaliações grosseiras, irônicas e improdutivas.

"Emitir um juízo de valor sobre a conduta de um colega de trabalho é algo que exige preparo, confiança mútua e contexto adequado", diz Basaglia.

2. Indiferença ao engajamento

Basaglia também critica a forma como Trump encara o engajamento dos funcionários, ou seja, o envolvimento e relacionamento que eles têm com a empresa e o ambiente de trabalho.

O engajamento está relacionado ao sucesso da empresa. É necessário estimular as pessoas que erraram a aprender com os equívocos, em vez de punir ou demitir de forma drástica e agressiva, algo que marca o estilo de Trump.

3. Politicamente incorreto

Bons profissionais devem ter a capacidade de se relacionar com pessoas diferentes, segundo o especialista.

Em diversas oportunidades, Trump falou mal de minorias, imigrantes e criticou quem se preocupa com o meio ambiente. Para o especialista, esse é um tipo de comportamento que aumenta a tensão em qualquer ambiente.

4. Falta de visão do todo

Uma das promessas de campanha de Trump é construir um muro para separar os Estados Unidos do México. Para Basaglia, isso mostra que falta ao novo presidente norte-americano o olhar do todo. Na construção da carreira, é inconcebível erguer barreiras entre você e o seu suposto problema, afirma.

"Um muro inibe a percepção do todo. Em todos os níveis da carreira, quanto mais abrangente for a visão dos negócios, mais profundos e impactantes serão os resultados", diz o consultor. "Um muro impede o correto diagnóstico dos problemas, sejam eles quais forem. E também bloqueia relações, parcerias. Como um profissional pode progredir na carreira bloqueando relacionamentos?", questiona. 

5. Hostilidade à cultura da empresa

Para Basaglia, o estilo de Trump desrespeita um dos conceitos mais importantes da vida corporativa: a cultura organizacional.

Ele pratica o chamado "Trump Way", uma visão de negócios baseada em suas próprias convicções. Entender a cultura da empresa faz parte do aprendizado de um profissional em qualquer etapa da carreira, segundo o especialista.

Trump bate boca com repórter em coletiva

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos