PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Empregos e carreiras

Até 1.000 anos de idade: conheça 5 das universidades mais antigas do mundo

Universidade de Bolonha, na Itália, é uma das mais antigas do mundo - Getty Images
Universidade de Bolonha, na Itália, é uma das mais antigas do mundo Imagem: Getty Images

Do Estudar Fora*

20/12/2020 04h00

As universidades estão entre as instituições mais antigas do Ocidente. No Reino Unido, por exemplo, muitas delas são anteriores até mesmo à formação da Inglaterra como Estado-nação. Conhecer a história das universidades é, de certa forma, conhecer a história do Ocidente.

Das instituições listadas abaixo, todas têm cerca de 800 anos de funcionamento —a mais antiga delas, aliás, tem mais de 1.000 anos de idade. E todas elas têm funcionado de maneira contínua desde sua fundação, compartilhando conhecimento, produzindo ciência e enriquecendo suas comunidades e países. Todas ainda hoje se destacam nos rankings universitários, e podem ser destinos bem interessantes para quem gosta de história.

Universidade de Bolonha

A Universidade de Bolonha não é apenas a universidade mais antiga do mundo: ela é a própria origem da palavra "universidade". Ela começou a existir em 1088 —quase 1.000 anos atrás! — e inicialmente chamava-se "studium" de Bolonha. Ela foi fundado por estudantes como um local para intercâmbio de conhecimento de todas as áreas.

Essa pluralidade de áreas levaria à aplicação do termo "universitas", ou "universo" em latim, do qual veio a palavra universidade. Ela ainda é hoje uma universidade de destaque na Europa, e fica com frequência entre as 200 melhores do mundo.

Universidade de Oxford

Oxford, além de ser considerada frequentemente a melhor universidade do mundo, é também uma das mais antigas —e entre as de língua inglesa, ela foi a primeira. As aulas começaram a acontecer por lá em algum momento entre 1096 e 1167, mas ela só se tornou mesmo um "studium generale" em 1167, e só teve reconhecimento da igreja em 1254.

Desde então, as aulas em Oxford foram interrompidas apenas em pouquíssimos momentos. Mesmo durante a Guerra Civil inglesa, que durou de 1642 a 1651, a instituição não interrompeu seu funcionamento.

Universidade de Salamanca

No mundo falante de espanhol, a primeira universidade a surgir foi a Universidade de Salamanca. A universidade atualmente fica na Espanha, mas em 1218, quando Alfonso 9º quis ter um instituto de ensino superior em seu reino, ela foi fundada no reino de Leão, na região norte da Espanha.

Foi também uma universidade bastante influente. Com a colonização da América pelos espanhóis, muitas das primeiras universidades fundadas no continente tiveram a escola de Salamanca como modelo. Com mais de 800 anos de existência, ela ainda aparece nos rankings de melhores do mundo, mas em posições mais modestas.

Universidade de Cambridge

Outra universidade que sempre aparece no topo dos rankings mundiais, Cambridge não é a mais antiga do mundo, nem mesmo dentre as que falam inglês —mas é bem antiga mesmo assim. De certa forma, ela é uma espécie de "spin-off" de Oxford: em 1209, um incidente que terminou com o enforcamento de três pessoas levou alguns estudiosos a saírem da cidade de Oxford e formarem uma nova instituição de ensino em Cambridge.

Mesmo sendo mais nova que Oxford, porém, Cambridge é bem influente. Foi ela que deu nome à cidade de Cambridge, no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos. E a Universidade Harvard, a mais antiga dos EUA, recebeu seu nome a partir de um ex-aluno da universidade de Cambridge: John Harvard.

Universidade de Coimbra

Depois de Cambridge, as outras universidades que costumam ser consideradas as mais antigas do mundo são três italianas: Pádua, Nápoles e Siena. Depois delas, o próximo país a aparecer na lista é Portugal, onde fica a Universidade de Coimbra, fundada em 1º de março de 1290 com o lema "Scientiae thesaurus mirabilis", que significa "o admirável tesouro do conhecimento".

Entre as universidades portuguesas, a Universidade de Coimbra continua a ser considerada uma das melhores. Nos rankings mundiais, também se posiciona bem, ficando entre as 500 melhores no mais recente ranking da QS. E ela também foi a primeira universidade portuguesa a aceitar a nota do Enem de alunos brasileiros como critério de seleção para quem quer estudar lá, o que faz com que ela seja destino desejado por muitos estudantes daqui.

*O texto "Saiba quais são algumas das universidades mais antigas do mundo" foi publicado originalmente no portal Estudar Fora, da Fundação Estudar.

Empregos e carreiras