Topo

Imposto de renda

Dúvidas do IR 2019


IR 2019: Mesmo com declaração sem pendências, guarde documentos por 5 anos

2019-03-20T11:41:51

20/03/2019 11h41

Como uma das novidades deste ano, segundo a Sage Brasil, a Receita Federal prometeu agilizar o processamento da declaração do Imposto de Renda 2019 e disponibilizar ao contribuinte, no dia seguinte à entrega da sua Declaração de Imposto de Renda, acesso ao extrato de processamento.

"Essa agilidade é positiva, porque o contribuinte já sabe que prestou contas ao Fisco e não tem pendências, e, se tiver alguma pendência, consegue arrumá-la", afirmou Andrea Nicolini, coordenadora de impostos IOB, da Sage Brasil.

Veja também:

Tire suas dúvidas sobre IR 2019 no UOL Economia
Baixe o programa para declarar e entregar o IR 2019
Receita Federal e faculdades ajudam a fazer declaração de graça
O que é melhor: declaração completa ou simplificada?
Quem pode ser dependente e como isso reduz seu imposto?
Como pagar menos imposto ou receber mais restituição?

Por outro lado, a especialista alerta: "O fato de apresentar a Declaração de IR e tê-la processada sem pendências não isenta o contribuinte de, eventualmente, ter sua declaração analisada mais profundamente pela Receita dentro do prazo de cinco anos".

Justamente por isso é importante guardar muito bem todos os documentos utilizados na sua declaração de IR, como base e fonte para futuros esclarecimentos, caso sejam necessários. Tudo o que for declarado deve ser comprovado.

Quais documentos guardar?

Dentre os documentos mais importantes, vale a pena guardar informes de rendimentos, comprovantes de pagamento do carnê-leão, informes bancários e da Previdência Social, recibo de entrega da declaração, cópia do arquivo enviado à Receita, recibos e notas fiscais de despesas dedutíveis etc.

Extrato da Declaração

Para obter seu Extrato da Declaração do Imposto sobre a Renda Pessoa Física, acesse site da Receita

Para consultar as diversas informações constantes do Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF), é preciso utilizar código de acesso ou ter certificado digital.

Segundo informações da Receita Federal, o extrato permite que o contribuinte:

  • Identifique eventuais pendências que deixaram a declaração em malha e saiba como resolvê-las por meio de Retificação da declaração ou de agendamento de atendimento para apresentação de documentação comprobatória
  • Verifique se o pagamento mensal das quotas do IRPF está sendo realizado corretamente
  • Solicite, altere ou cancele o débito automático das quotas;
  • Imprima o DARF atualizado para pagamento das quotas, inclusive as quotas em atraso
  • Solicite o Pedido de Pagamento de Restituição (PERES)
  • Identifique e parcele eventuais débitos em atraso

Como gerar código de acesso?

A Receita Federal disponibiliza um vídeo com informações sobre como gerar o código de acesso:

Mais Dúvidas do IR 2019