IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Poupança tem maior alta acima da inflação desde fim de 2017; veja qual é

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/04/2023 16h08

A aplicação mais popular do Brasil, a poupança, teve o melhor desempenho real nos últimos 12 meses desde dezembro de 2017. Descontanto a inflação, ela teve ganhos reais de 3,52%, segundo dados do Trademap.

O que aconteceu?

A inflação foi de 4,65% no ano. Esse cálculo considera o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado de 12 meses até março.

A caderneta rendeu 8,33%. Com o desconto do IPCA, o rendimento real foi de 3,52%, conforme cálculos do TradeMap. Até agosto de 2022, o poupador perdia para a inflação medida pelo IPCA.

Esse nível de ganho não era registrado desde dezembro de 2017. O poupador vem acumulando ganho constante no acumulado de 12 meses pelo sétimo mês consecutivo desde de setembro de 2022.

Por que a poupança está rendendo tanto?

A poupança está com rendimento fixo. Com a Selic em alta, estacionada em 13,75% desde o ano passado, a poupança rende 0,5% ao mês mais a taxa referencial, a TR.

Com a queda da inflação, a poupança tem um rendimento real maior.

A poupança ainda não é o melhor investimento. Paulo Sodre, analista de renda fixa da Terra Investimentos, explica que há outros investimentos seguros e com rentabilidade superior.

Títulos do governo como o Tesouro Selic, rendem duas vezes mais e com um nível de segurança maior, já que o responsável pelo pagamento é o governo e não uma instituição financeira, diz o especialista. Mesmo com cobrança de imposto de renda, segundo Adriano Rondelli, especialista de renda fixa da Valor Investimento, o Tesouro Selic, por exemplo, rende no mínimo 0,83% ao mês (já descontado o IR) enquanto a poupança fica em média a 0,66% mensais.

Veja o que mais rendeu em 12 meses

Em 12 meses, sete índices de investimentos renderam mais que a inflação. O CDI, os títulos públicos, ouro, fundos multimercado, dólar e euro, além da poupança.

Já os outros tiveram rendimento real negativo. São os fundos imobiliários, BDRs, índice de dividendos, Ibovespa, índice de Small Caps e bitcoin.

CDI

  • Rendimento nominal: 13,29%
  • Rendimento acima da inflação: 8,26%

Títulos públicos

  • Rendimento nominal: 10,83%
  • Rendimento acima da inflação: 5,91%

Ouro

  • Rendimento nominal: 8,56%
  • Rendimento acima da inflação: 3,74%

Poupança

  • Rendimento nominal: 8,33%
  • Rendimento acima da inflação: 3,52%

Fundos multimercado

  • Rendimento nominal: 7,97%
  • Rendimento acima da inflação: 3,17%

Dólar

  • Rendimento nominal: 7,23%
  • Rendimento acima da inflação: 2,47%

Euro

  • Rendimento nominal: 5,10%
  • Rendimento acima da inflação: 0,43%

Ifix (índice dos fundos imobiliários)

  • Rendimento nominal: -0,68%
  • Rendimento acima da inflação:

BDR (recebíveis de ações brasileiros)

  • Rendimento nominal: -3,04%
  • Rendimento acima da inflação:

Índice de dividendos

  • Rendimento nominal: -6,43%
  • Rendimento acima da inflação:

Ibovespa

  • Rendimento nominal: -15,10%
  • Rendimento acima da inflação:

Small Caps (empresas menos negociadas na Bolsa)

  • Rendimento nominal: -27,95%
  • Rendimento acima da inflação:

Bitcoin

  • Rendimento nominal: -30,99%
  • Rendimento acima da inflação:

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.