Produção de petróleo na Rússia alcança novo recorde em janeiro

Moscou, 2 Fev 2016 (AFP) - A produção de petróleo na Rússia, que está analisando com a Venezuela uma possível redução coordenada de oferta dos exportadores, registrou em janeiro um novo recorde, segundo dados publicados nesta terça-feira.

As companhias russas produziram em janeiro 46 milhões de toneladas de petróleo e condensados (hidrocarbonetos), uma média de 18,88 milhões de barris diários, informou a agência pública do setor, citada pelas agências russas.

Esta cifras supõem um aumento de 1,5% em relação a janeiro de 2015 e um recorde desde a queda da União Soviética em 1989.

Nos últimos meses a Rússia não parou de aumentar sua produção de petróleo dentro de uma competição entre países produtores para conservar suas cotas de mercado e assim fazer frente à queda histórica do preço do barril, a mais importante em doze anos.

Os hidrocarbonetos representam uma parte essencial da economia russa e quase metade da arrecadação do Estado, por isso a queda do petróleo tem um impacto direto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos