Bolsas

Câmbio

EUA: escrava substituirá presidente Jackson em notas de US$ 20

Washington, 20 Abr 2016 (AFP) - A antiga escrava Harriet Tubman substituirá o presidente Andrew Jackson nas notas de 20 dólares, no que constitui a primeira vez em que uma mulher negra figurará na moeda americana, informou nesta quarta-feira um funcionário do Departamento do Tesouro.

A decisão foi tomada depois que o Tesouro ficou sob pressão para colocar a imagem de uma mulher em outra nota; a de 10 dólares, que tem a figura do primeiro secretário do Tesouro, Alexander Hamilton.

Tubman nasceu durante a escravidão, em 1822, e foi libertada deste regime 1849. Ela passou a organizar redes de resgate de escravos. Durante a Guerra Civil americana (1861-1865) atuou com o exército da União, inclusive como espiã. Tubman morreu em 1913, aos 91 anos.

Com a homenagem coloca-se um ponto final nas pressões para que o Departamento do Tesouro incluísse uma mulher entre as personalidades estampadas nas notas de dólar.

Junto com a decisão de homenagear Tubman, as autoridades anunciaram a decisão de manter Alexander Hamilton -fundador do Departamento do Tesouro- na cédula de 10 dólares.

A escolha de Tubman tira das notas de 20 dólares o retrato de Andrew Jackson, sétimo presidente americano (1829-37).

O governo lançou uma enorme campanha de consultas para conhecer os nomes favoritos. Entre as finalistas se destacaram Eleanor Roosevelt e a legendária líder da luta contra a segregação racial Rosa Parks.

Lew disse recentemente que foram recebidas milhões de respostas à consulta.

De acordo com a imprensa americana a impressão das novas notas de 20 dólares, já com a imagem de Tubman, dificilmente ocorrerá antes do ano de 2030.

bur-ahg/gm/cc/MVV

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos