Bolsas

Câmbio

AB InBev aumenta oferta por SABMiller após desvalorização da libra por Brexit

Bruxelas, 26 Jul 2016 (AFP) - A cervejaria AB InBev, de capital belga e brasileiro e líder mundial do setor, aumentou nesta terça-feira sua oferta por sua rival britânica SABMiller, compensando parcialmente a desvalorização da libra esterlina provocada pelo Brexit.

A nova oferta é de 45 libras, uma a mais que na proposta anterior, por cada ação da SABMiller, disse em um comunicado a empresa com sede na cidade belga de Lovaina.

O valor de mercado da SABMiller, segunda cervejaria mundial, alcançaria, assim, 79 bilhões de libras (103 bilhões de dólares).

A AB InBev informou que esta oferta aumenta em 53% o valor das ações na véspera do anúncio da intenção de compra, em setembro passado. A empresa espera que esta aquisição lhe permita expandir seus mercados na África e na China.

Mas este valor continua sendo, de qualquer forma, inferior ao estimado pelos acionistas da SABMiller, que antes do Brexit resistiam à fusão/aquisição e avaliavam o preço da companhia em 121 bilhões de dólares.

A AB InBev, que comercializa, entre outras, as marcas Budweiser e Stella Artois, disse que se trata de sua oferta final para realizar uma fusão que seria a terceira mais importante da história.

A SABMiller disse que "toma nota" da nova oferta e que seu conselho de administração "consultará seus acionistas" antes de dar uma resposta.

- O mercado europeu, menos atraente -A operação já recebeu o aval das autoridades de concorrência da UE, mas também exige a autorização das instâncias antimonopólio de cerca de quinze países.

A AB InBev aceitou uma série de concessões para obter a autorização da UE, entre elas a se desfazer da maioria dos negócios da SABMiller na Europa - incluindo as marcas Foster's, Grolsch e Peroni - em benefício principalmente da cervejaria japonesa Asahi.

A Europa, com uma população em vias de envelhecimento, com o consumo de álcool em baixa e com uma maior preferência por drinks, oferece poucas perspectivas para a cevada e o lúpulo, segundo os analistas.

A nova oferta compensa em parte a desvalorização da libra após o referendo britânico de 23 de julho, favorável ao Brexit.

"O aumento (da oferta) custará à AB InBev 1,5 bilhão de libras, 2 bilhões de dólares adicionais, ao câmbio atual", indica uma nota do banco ING Bank.

"Mas se for comparada a oferta anterior a taxas de câmbio prévias ao Brexit (...) com a oferta maior às taxas de câmbio atuais, esta última representa na realidade (mais de) 3 bilhões a menos no valor", acrescentaram.

Um porta-voz da InBev disse à AFP que, para o grupo, o Brexit não deve representar nenhum atrado na operação. "Continuamos prevendo encerrar a transação em 2016", declarou.

Um dos maiores acionistas da SABMiller, o grupo internacional de gestão com sede na Escócia Aderbeen Asset, considerou, no entanto, que a nova proposta é "inaceitável", porque "subvaloriza" a empresa.

arp-clp/jh/agr/js/pc/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos