Bolsas

Câmbio

Petróleo fecha com leve alta em NY, a US$ 50,85

Nova York, 21 Out 2016 (AFP) - Os preços do petróleo subiram levemente nesta sexta-feira (21) em Nova York, sem realizações de lucro de peso por parte dos investidores, ao fim de uma semana marcada por dúvidas e esperanças sobre uma redução significativa da oferta da Opep e de outros países produtores.

Em seu primeiro dia como contrato de referência, o preço do barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em dezembro subiu 22 centavos, a US$ 50,85, no New York Mercantile Exchange.

Em Londres, o preço do barril de Brent do mar do Norte para entrega também em dezembro, ganhou 40 centavos, a US$ 51,78, no Intercontinental Exchange (ICE).

"Diria que precisamos de direção", admitiu Gene McGillian, da Tradition Energy.

Os preços do petróleo, que já vacilaram nas sessões anteriores, passaram sucessivamente do vermelho para o azul nesta sexta, mantendo-se perto dos níveis sem precedentes desde o verão de 2015.

"Nos mantemos nos 50 dólares", afirmou Bart Melek, da TD Securities.

Isso é visto como um sinal de otimismo.

"O aumento dos preços parece, provisoriamente, detido pela incerteza sobre se a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) vai equilibrar a oferta e a demanda no mercado", explicou McGillian.

Antes de se reunir com seu homólogo saudita Khaled al-Faleh, o ministro russo de Energia, Alexandre Novak, reiterou a vontade de Moscou (que não integra o cartel) de congelar sua produção, antes de dar um índice sobre o nível de sua produção, de acordo com analistas da PVM.

"Muitos analistas acreditam em que haverá um acordo sobre a oferta, e que o mercado vai-se recuperar", completou Melek.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos