Bolsas

Câmbio

OMT: apesar de temores por segurança, turismo mundial cresceu 4% em 2016

Madri, 17 Jan 2017 (AFP) - Apesar dos receios relativos à segurança, o número de turistas no mundo aumentou 4% em 2016, graças ao empurrão da Ásia e ao bom desempenho do continente americano, anunciou nesta terça-feira a Organização Mundial do Turismo (OMT).

Cerca de 1,235 bilhão de turistas viajaram pelo mundo em 2016 - 46 milhões a mais do que no ano anterior - marcando o sétimo ano consecutivo de crescimento desde 2009, após a crise financeira mundial, de acordo com dados divulgados pelo organismo.

O continente americano "consolidou os sólidos resultados registrados nos dois anos anteriores", para um aumento do número de turistas de 4,3%, acima da média mundial, apontou o relatório da OMT, com sede em Madri.

Com um total de 201 milhões de turistas recebidos em 2016 (8 milhões a mais do que em 2015), o continente capturou 16,3% do total de viajantes internacionais.

O melhor registro foi na América do Sul, com um aumento de 6,3%, seguido de América Central (+6,1%), Caribe (4,3%) e América do Norte (3,6%), embora essa última tenha concentrado com folga a maior parte dos turistas (132,2 milhões).

O secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, comemorou, em coletiva de imprensa, a "resistência" do turismo mundial, apesar dos temores de terrorismo em várias regiões.

"O turismo mostrou força e resistência extraordinárias nos anos recentes, apesar de numerosos desafios, particularmente aqueles relacionados à segurança", disse Rifai.

Efetivamente, os temores pela segurança em alguns países europeus fizeram que a região em seu conjunto desacelerasse seu crescimento a 2% em 2016, embora continue sendo a região mais visitada, com 620 milhões de turistas.

Os resultados europeus foram "muito ambivalentes", já que enquanto alguns destinos tiveram "uma taxa de crescimento de dois dígitos, outros não tiveram mudanças", afirmou Rifai.

A Europa do Norte e Central registraram aumentos (+6% e +4%, respectivamente), mas no sul da Europa, na região mediterrânea, o crescimento foi apenas de 1,4%, enquanto que a Europa Ocidental recuou 0,4%.

O governo da Espanha, que permaneceu a salvo dos atentados, anunciou na semana passada que em 2016 bateu o recorde de 75,3 milhões de visitantes, ao se beneficiar em grande medida de turistas que evitaram destinos rivais golpeados por atentados.

Um 2017 positivoA região Ásia-Pacífico teve o melhor desempenho do mundo em 2016, com alta de 8,4%, a segunda quanto ao número de turistas recebidos, com 303 milhões de pessoas.

O aumento dos turistas se explica tanto pelas visitas ao interior da região Ásia-Pacífico como ao exterior, explicou a OMT.

A África se recuperou da forte queda em 2015, com uma alta de 8% no número de visitantes. No Oriente Médio, os turistas caíram em 4%.

Rifai indicou que a OMT atualizará sua classificação anual de países mais à frente.

Na última, de 2015, a França foi o primeiro destino mundial, seguido de Estados Unidos e Espanha.

"Acho que essa classificação (...) se manterá igual para 2016", explicou Rifai, sem dar mais detalhes.

Em 2017, o turismo mundial deve continuar com um crescimento de 3% a 4%, segundo estimativas da OMT.

emi-du/mck/mb/cc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos