FMI: recessão do Brasil e da Argentina perto do fim

Washington, 25 Jul 2017 (AFP) - A atividade econômica na América Latina demonstra uma recuperação moderada, em ritmo lento, já que os períodos de recessão no Brasil e na Argentina parecem estar perto do fim, indicou nesta terça-feira o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Apesar da projeção de crescimento econômico para este ano ter sido revisada em baixa, de 1,1% a 1%, o FMI elevou em 0,2 ponto porcentual (de 2,2% a 2,4%) sua expectativa para a Argentina, como já havia elevado de 0,2% a 0,3% o avanço esperado para o Brasil.

"A atividade econômica da América Latina continua apontando para uma recuperação gradual em 2017-18, já que as recessões de alguns países - em especial Argentina e Brasil - estão chegando a seu fim", assinalou o economista-chefe do FMI para a América Latina, Alejandro Werner.

No entanto, Werner alertou que persiste um contexto de pouca confiança e uma demanda interna fraca na maioria dos países da região, e por isso a recuperação será gradual.

Essa recuperação deverá apoiar-se na "dissipação da incerteza tanto política quanto em termos de políticas em algumas das principais economias", enfatizou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos