Bolsas

Câmbio

México: banco central reduz previsão de crescimento para 2017

México, 22 Nov 2017 (AFP) - O banco central do México reduziu sua previsão de crescimento do PIB em 2017 a uma faixa de 1,8% a 2,3% - ante um pronóstico anterior de 2,0% a 2,5%, informou nesta quarta-feira (22) a entidade.

O ajuste "responde ao fato de a atividade produtiva no terceiro trimestre ter mostrado uma desaceleração maior que o esperado (...), em boa parte pelos efeitos dos terremotos de setembro e da esperada retração da plataforma petroleira no mesmo mês", detalhou o banco.

As zonas sul e centro do México foram abaladas por dois terremotos, em 7 e 19 de setembro, que causaram a morte de mais de 400 pessoas e afetaram principalmente as atividades do setor de serviços e da indústria petroleira.

O banco central garantiu, entretanto, que as consequências dos terremotos sobre a economia parecem ter sido "moderadas e transitórias", por isso manteve seu previsão de crescimento para 2018 em uma faixa de 2% a 3%.

Pela primeira vez foi anunciado um prognóstico para o crescimento em 2019, que espera-se que seja de 2,2% a 3,2%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos