Bolsas

Câmbio

GM pede autorização para carro sem volante e pedais

Washington, 12 Jan 2018 (AFP) - A fabricante de automóveis americana General Motors pediu autorização para testar um carro sem volantes, nem pedais, dentro de seu programa de desenvolvimento de um veículo autônomo, que planeja levar às ruas em 2019.

Apresentada no Departamento de Transporte, a solicitação se refere a um "veículo desenhado desde o começo para funcionar por si próprio, sem motorista, volante, pedais, ou controle manual", disse um comunicado nesta quinta-feira.

Trata-se da quarta geração do veículo autônomo desenvolvido pela GM, o Cruise-AV, baseado em seu carro elétrico Chevrolet Bolt.

A GM deve apresentar uma solicitação de autorização para testar o veículo nas ruas, porque não cumpre as normas vigentes nos Estados Unidos para a homologação de automóveis.

A maior fabricante de veículos nos Estados Unidos pretende ser a primeira a pôr em circulação um automóvel totalmente autônomo no país e estabeleceu como meta fazê-lo em 2019.

Em abril passado, a empresa também anunciou a intenção de criar mais de mil empregos no Vale do Silício para desenvolver as tecnologias necessárias.

Ela já está testando nas estradas da Califórnia uma versão autônoma do Bolt, mas equipada com um volante e pedais, como um veículo tradicional.

Sua concorrente americana, a Ford, planeja vender veículos autônomos em 2021, e vários outros importantes fabricante mundiais, como Toyota, Mercedes-Benz, Renault-Nissa e Volvo, também trabalham nessa tecnologia.

jld/lo/elm/ll/lda/ll

TESLA MOTORS

GENERAL MOTORS

FORD MOTOR

TOYOTA MOTOR

VOLVO AB

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos