Bolsas

Câmbio

Haftar entrega terminais de petróleo às autoridades paralelas da Líbia

Bengasi, Líbia, 26 Jun 2018 (AFP) - O marechal Khalifa Haftar anunciou nesta segunda-feira que as instalações petroleiras sob o controle de suas forças na Líbia serão administradas pelas autoridades paralelas estabelecidas no Leste do país, adversárias do governo reconhecido pela comunidade internacional.

Devastada pela luta interna e pela insegurança crônica, a Líbia é governada por duas autoridades adversárias: o governo de União Nacional (GNA), estabelecido em Trípoli, e um gabinete paralelo, instalado no Leste e apoiado pelo "Exército nacional líbio" (ANL), força paramilitar dirigida por Haftar.

Cada um dispõe de seu Banco Central, de sua "companhia nacional" de petróleo e de sua agência de imprensa oficial.

"Todas as instalações petroleiras sob a custódia do ANL serão entregues à Companhia Nacional de Petróleo do governo provisório (do Leste) presidido por Faraj Al Hassi", declarou o general Ahmed Al Mesmari, lendo uma ordem de Haftar.

O ANL controla os quatro principais terminais de petróleo da "meia lua petroleira" (nordeste), além do porto de Haringa, em Tobruk, próximo à fronteira com o Egito. A maior parte do petróleo líbio é exportado.

Mesmari, porta-voz do ANL, precisou que a renda com o petróleo será administrada pelo governo paralelo do Leste.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos