PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

GM estima em US$ 3 bilhões custo de greve histórica

Divulgação
Imagem: Divulgação

Da AFP, em Nova York

29/10/2019 16h20

A fabricante de automóveis General Motors (GM) apresentou nesta terça-feira (29) um informe de rendimentos que superou as expectativas, apoiado em vendas sólidas no último trimestre, embora tenha reduzido seu prognóstico anual em consequência da longa greve de trabalhadores que terminou na semana passada.

A GM disse que a paralisação das operações nos Estados Unidos, que se estendeu por 40 dias, pode chegar a reduzir os lucros de 2019 em 3 bilhões de dólares.

A greve, concluída com a assinatura de um acordo na sexta-feira, foi ativada em meados de setembro para exigir aumentos salariais e a melhoria da situação dos funcionários contratados depois do resgate histórico do grupo em 2009 pelo governo de Barack Obama.

A companhia não sofreu prejuízos significativos devido aos estoques abundantes de veículos que permitiram evitar uma interrupção no fornecimento para concessionárias.

"Estimamos que os lucros anuais por ação caiam a cerca de 2 dólares", disse a diretora financeira Dhivya Suryadevara.

GM investirá R$ 10 bilhões em fábricas de SP

Band Notí­cias