PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

FMI diz que é prematuro prever efeito econômico de coronavírus chinês

29/01/2020 15h28

Washington, 29 Jan 2020 (AFP) - O diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI) para o Hemisfério Ocidental, Alejandro Werner, disse que a expansão do novo coronavírus que surgiu na China é um risco a ser monitorado, mas ainda é prematuro antecipar os efeitos econômicos.

"Existem efeitos idiossincráticos, mas é muito prematuro estimar o impacto até que haja mais informações sobre como essa situação está evoluindo", disse o funcionário em uma entrevista coletiva quando questionado sobre o efeito do vírus detectado em dezembro na China.

O vírus, que já deixou 132 mortos e tem quase 6.000 casos confirmados, pressiona a economia chinesa pela queda em suas atividades, fechamento de estabelecimentos e pelo impacto das interrupções nos transportes e na indústria.

Werner disse que, ao estudar episódios semelhantes no passado, "observamos uma certa afetação em dois trimestres após esse evento se materializar e, em seguida, efeitos anuais relativamente pequenos".

Com relação ao impacto para as indústrias como as exportadoras de matérias-primas perecíveis para a China - como é o caso do setor de produtos agrícolas - Werner disse que há "repercussões", mas reiterou que é cedo para fazer projeções.

"Obviamente, o setor perecível é um setor em que a recuperação dessa atividade é difícil, porque é preciso esperar um ciclo agrícola inteiro", concluiu.

an/gma/mr