PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Igrejas ortodoxas gregas reabrem as portas e oferecem comunhão

17/05/2020 10h24

Atenas, 17 Mai 2020 (AFP) - Vários cristãos ortodoxos gregos assistiram neste domingo (17), pela primeira vez em quase dois meses, à missa em que se deu a comunhão aos fiéis, apesar do risco de propagação do coronavírus, segundo os cientistas.

Dentro de um desconfinamento gradual iniciado em 4 de maio, as igrejas foram autorizadas a reabrir a partir de hoje, desde que respeitem uma série de medidas, incluindo o distanciamento social.

"Não houve um grande fluxo de fiéis. As distâncias foram mantidas", disse à AFP o padre Maximos, da Igreja de Saint André, em Agia Paraskevi, nos arredores de Atenas.

"Apenas um terço dos fiéis usava máscara", acrescentou o padre Maximos.

As restrições impostas às igrejas desde 23 de março no âmbito do confinamento geral coincidiram com a Páscoa ortodoxa em 19 de abril. A decisão desagradou ao Santo Sínodo.

O órgão supremo eclesiástico acabou cedendo à opinião científica para proibir a chegada dos fiéis às igrejas. Negou-se, porém, a proibir a comunhão, prática ainda desaconselhada pelos médicos do país.

Menos afetada do que outros países europeus, a Grécia registrou 162 mortes e 2.819 casos do novo coronavírus até o momento.

hec/af/mis/tt

Economia