PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Separatistas da Nova Caledônia obtêm maioria no governo

17/02/2021 07h48

Nouméa, 17 Fev 2021 (AFP) - Os separatistas conquistaram nesta quarta-feira (17) a maioria do governo na Nova Caledônia, um arquipélago francês no Pacífico Sul.

Esta é a primeira vez que isso acontece desde a assinatura dos acordos de 1998 que puseram em marcha um processo de autodeterminação.

Os independentistas da Frente de Libertação Nacional Canaco Socialista (FLNKS) têm agora seis dos 11 cargos do Executivo colegiado da Nova Caledônia.

A eleição de um novo governo se deu após a queda do Executivo precedente, em 2 de fevereiro, ocasionada pela renúncia dos separatistas. Eles se opõem à venda de uma planta de níquel do grupo brasileiro Vale para um consórcio que inclui a multinacional suíça Trafigura.

Apoiada pelo Estado francês, esta venda levantou um protesto entre os independentistas e causou uma explosão de violência em dezembro.

Os independentistas também denunciam "o atraso na votação do orçamento" da ilha, adiada para março, assim como "a dinâmica institucional paralisada".

A queda do governo da Nova Caledônia ocorre quatro meses após um referendo de independência em outubro, vencido por uma estreita margem pelos pró-franceses (53,3%) e que exacerbou as tensões entre as comunidades canacas.

O terceiro e último referendo do processo de descolonização poderá ser realizado em 2022.

Arquipélago francês de 270.000 habitantes no Pacífico Sul, colonizado em 1853, a Nova Caledônia é hoje parcialmente autônoma. Continua sendo uma localidade estratégica por suas grandes reservas de níquel.

cw-meb/mar/tt

PUBLICIDADE